proxy server

O servidor proxy fornece o acesso a ficheiros de outros servidores ao recuperá-los da sua própria cache, caso existam, ou de um servidor remoto. Este tipo de servidores têm dois propósitos gerais:

1. Aumentar a performance Os proxy servers podem melhorar, substancialmente, a performance de grupos de utilizadores uma vez que o proxy guarda todos os resultados de todos os pedidos que lhe foram feitos durante um certo período de tempo. Considere-se o exemplo dos utilizadores A e B que acedem à Internet através do mesmo proxy server. Inicialmente, o utilizador A requisita o acesso a uma determinada página Web - por exemplo, www.portoeditora.pt - e o proxy envia-lhe essa página. Mais tarde, o utilizador B solicita o acesso à mesma página. Em vez de enviar o pedido do utilizador B para o servidor Web da Porto Editora, onde essa página está alojada, o proxy vai simplesmente enviar a página que já está na sua cache desde o pedido do utilizador A. Assim, poupou-se bastante tempo na operação e a performance foi ótima.
Os verdadeiros proxy servers suportam milhares de utilizadores, principalmente os servidores dos ISPs (Internet Service Providers). No caso dos ISPs, eles não têm apenas um proxy server mas um conjunto deles, dado o elevado número de utilizadores que subscrevem os seus serviços.

2. Filtrar pedidos
Os servidores proxy podem também ser utilizados para filtrar determinados pedidos. Uma empresa, por exemplo, pode utilizar um proxy para prevenir que os seus utilizadores acedam a um conjunto específico de Web sites.
Normalmente, um proxy permite o acesso à Internet em conjunto com uma firewall.

A metodologia atual do serviço proxy é baseada no Código Gateway, escrito por Tim Berners-Lee, um subconjunto da libwww, a biblioteca comum da WWW. Os principais criadores do padrão proxy foram Kevin Altis, Ari Luotonen e Lou Montulli.
Como referenciar: proxy server in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-20 10:03:04]. Disponível na Internet: