Questão de Gaza

A Faixa de Gaza, no passado, era um local habitado pelos Filisteus, um povo originário do Sul da Europa e celebrizado pelo episódio da Bíblia que conta a destruição do seu templo por Sansão. Desde o século VII d. C., passou a ser um território predominantemente muçulmano, embora ali também se tenham fixado judeus.
Posteriormente, a Faixa de Gaza assumiu como centro comercial e administrativo a cidade de Gaza, localizada na costa mediterrânica, junto do Egito, que é a sede da Palestina (Autoridade Nacional Palestiniana). Entre 1948 e 1967 este espaço esteve ocupado pelos egípcios, e de 1967 até 1994 foi dominada pelos israelitas. O domínio parcial mantido por Israel na Faixa de Gaza é uma das razões que torna o processo de paz em algumas áreas moroso e penoso, uma vez que os confrontos entre as duas partes são uma constante - por exemplo, a Intifada de outubro de 2000, aquando da visita do primeiro-ministro israelita, Ariel Sharon, a Jerusalém levou-o a tomar a decisão de encerrar e apertar a vigilância nas fronteiras.
No entanto, uma nova esperança de paz surgiu em 2005. Sharon tinha anunciado no ano anterior a intenção de mandar retirar os colonatos israelitas da Faixa de Gaza. A proposta foi aprovada em Conselho de Ministros e posta em prática em agosto, com a retirada inicial de alguns colonatos, embora, como seria de esperar, não tão pacífica quanto o desejável.
O aglomerado urbano apresenta sérios problemas estruturais, tendo de lidar com o atraso do seu desenvolvimento provocado pelos problemas políticos e étnicos que enfrenta diariamente. As populações que coabitam este território são na sua maioria árabes palestinianos muçulmanos divididos entre residentes autóctones e refugiados oriundos da guerra da independência israelita em 1948. O estrato social mais baixo desta população é representado pelos indivíduos que vivem nos campos de refugiados, em condições precárias.
Como referenciar: Questão de Gaza in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 05:51:23]. Disponível na Internet: