Rogério Paulo

Ator português, nascido em Angola a 17 de novembro de 1927 e falecido a 26 de fevereiro de 1993. Aluno do conservatório Nacional, em 1950 juntou-se à companhia Rey Colaço/Robles Monteiro onde teve o privilégio de trabalhar com Amélia Rey Colaço, Palmira Bastos, Nascimento Fernandes e Maria Matos. A sua estreia cinematográfica foi em A Garça e a Serpente (1952), a que se seguiu a comédia O Costa de África (1954), onde consolidou o seu estatuto de galã e contracenou com Vasco Santana, Laura Alves, Anna Paula e Ribeirinho. Embora nunca tivesse assumido a sua ligação ao Partido Comunista Português durante a época da ditadura, colaborou na evasão de Álvaro Cunhal e de outros comunistas do Forte de Peniche a 3 de janeiro de 1960. Em 1961, fundou, conjuntamente com Armando Cortez e Paulo Renato, o Teatro Moderno de Lisboa, completamente revolucionário para a época não só por ter sido uma sociedade artística com divisão de lucros pelos associados como também pelo facto de ter sido a primeira companhia a representar em Portugal autores como Arthur Miller, August Strindberg e John Steinbeck. Gradualmente, tornou-se um dos encenadores mais reputados do panorama teatral português, estatuto que confirmou no Teatro Nacional Dona Maria II onde encenou peças como Esfera Facetada (1969), de Nuno Moniz Pereira, e O Pecado de João Agonia (1969), de Bernardo Santareno. Com a Revolução de 25 de abril de 1974, assumiu as suas convicções políticas e adotou a faceta de escritor, publicando Um Ator em Viagem (1976) e Introdução ao Teatro Cubano (1978). Não descurou o cinema, tendo desempenhado um papel importante em Sem Sombra de Pecado (1983), de José Fonseca e Costa. Também fez televisão, destacando-se pela personagem Mimoso das Sardinhas na telenovela Chuva na Areia (1985). Um dos seus últimos trabalhos no palco foi Mãe Coragem e Seus Filhos (1986), de Bertolt Brecht, em que contracenou com Eunice Muñoz, Ruy de Carvalho, Catarina Avelar, Irene Cruz e Carlos Daniel, e que foi um sucesso sem precedentes com grande afluência de público.
Como referenciar: Rogério Paulo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-18 14:15:02]. Disponível na Internet: