Ruínas de Santiago

Situadas junto a Vila de Frades, no concelho de Vidigueira, distrito de Beja, as ruínas de Santiago são um misto de arquitetura civil e de arquitetura religiosa, delas fazem parte vestígios arqueológicos de uma villa romana, a maior conhecida até agora em Portugal, e do convento de São Cucufate.
Data do século I d. C. a construção de uma primeira villa, de que ainda restam vestígios das termas. Entre os séculos III e IV d.C. é construída uma segunda villa.
O século IX é a data provável da edificação do convento nas instalações da villa. Em meados do século XIII, criou-se a paróquia de S. Cucufate que se instalou no convento sob a responsabilidade dos cónegos agostinhos de S. Vicente, mais tarde substituídos pelos frades de S. Bento. Este convento foi abandonado a partir do século XVII.
Da villa e do convento apenas restam alguns vestígios como, por exemplo, partes de galerias abobadadas, resquícios de um templo romano e a capela do convento.
Como referenciar: Ruínas de Santiago in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 15:21:27]. Disponível na Internet: