S. Agapito I

Papa italiano, nascido em Roma, no seio de uma família nobre, era filho de um sacerdote chamado Gordiano.
Ascendeu ao posto de arquidiácono, tendo chegado ao trono pontifical a 13 de maio de 535 e falecido a 22 de abril de 536 em Constantinopla. Foi para esta cidade em 536, a instâncias do rei ostrogodo Teoadado, para dissuadir (ingloriamente) Justiniano I da sua intenção de conquistar Itália, tomada aquando da morte de Amalassunta. Simultaneamente, destituiu o patriarca de Constantinopla, Antémio I, uma vez que este era monofisita, e colocou Mennas em seu lugar.
Agapito I possuía uma importante biblioteca na sua casa, no monte Célio (Roma), e era detentor de uma grande cultura. Juntamente com Cassiodoro elaborou o sistema de ensino baseado no Trivium - Dialética, Gramática e Retórica - e no Quadrivium - Astronomia, Música, Geometria e Aritmética.
Foi sepultado em São Pedro do Vaticano, crendo-se que foi mandado envenenar por ordem da imperatriz Teodora, mulher de Justiniano.
Como referenciar: S. Agapito I in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 11:12:10]. Disponível na Internet: