Shikhani

Pintor e escultor moçambicano, Ernesto Shikhani nasceu a 16 de abril de 1936, em Muvesha, distrito de Marracuene, província de Maputo (Moçambique).
De uma família de camponeses, exerceu a pastorícia até aos 16 anos de idade. Iniciou os seus estudos em escultura no Núcleo de Arte, com o escultor português Lobo Fernandes, e tornou-se assistente do escultor Silva Porto, professor na Escola Industrial Mouzinho de Albuquerque, em 1963. Realizou a sua primeira exposição coletiva, em 1968, em Matalana, e a sua primeira exposição individual, em 1969, em Lourenço Marques (atual Maputo).
Na década de 70, passou a dedicar-se também à pintura e, em 1973, obteve uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para aprofundar os seus conhecimentos em Lisboa. Em 1976, estabeleceu-se na cidade da Beira, em Moçambique, onde lecionou Desenho no Auditório-Galeria. Em 1979, recebeu uma bolsa de estudo de seis meses, na URSS.
Posteriormente, regressou a Moçambique, passando a viver em Maputo. Tem feito várias exposições a nível nacional e estrangeiro, salientando-se a sua presença em mostras nos Estados Unidos da América, Alemanha, Bulgária, Portugal, Itália, Zimbabwe, Angola, Cuba, entre outros países. Está representado em coleções particulares e públicas, como na do Museu Nacional de Arte de Moçambique, na do Culturgest, em Lisboa, e na do Centro de Estudos de Surrealismo da Fundação António Cupertino de Miranda, em Vila Nova de Famalicão. A sua pintura destaca-se pelos traços fortes e cores exuberantes.
Como referenciar: Shikhani in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 14:24:18]. Disponível na Internet: