Sim, Sr. Ministro

Série televisiva cómica inglesa, Yes Minister foi criada por Anthony Jay e Jonathan Lynn e exibida pela primeira vez a 25 de fevereiro de 1980 na BBC. Realizada por Peter Whitmore, foi para o ar pela última vez em dezembro de 1982. Era composta por três temporadas de sete episódios de 30 minutos cada.
A série inicia-se com a festa do partido político que ganha as eleições e forma um novo governo. James Hacker (Paul Eddington) é o recém-nomeado ministro dos assuntos administrativos britânicos. Com entusiasmo, começa as suas funções determinado a fazer algo de positivo para se manter popular e promover o seu nome, decidindo cortar nas despesas extra do governo. É o retrato do político moderno de ideias brilhantes mas com ambição de poder fazer carreira. Aos poucos, apercebe-se de que tem as mãos atadas pela burocracia. Assim, é continuamente impedido de "brilhar" pelo esperto e astuto secretário permanente do departamento, Sir Humphrey Appleby (Nigel Hawthorne), um funcionário público de carreira com opiniões opostas às do ministro. Humphrey pretende assegurar o departamento em termos de pessoal e de orçamento. O secretário particular do ministro Bernard Woolley (Derek Fowlds) é apanhado no meio desta rivalidade entre os dois. Apesar de querer ser simpático para Hacker e apoiar os seus planos, é um funcionário civil e demonstra alguma lealdade para com o serviço público e para com Sir Humphrey. A série retrata as negociações e maquinações da vida política e dos jogos políticos de uma forma repleta de humor e de situações hilariantes. Foi a única série a receber o prémio BAFTA para Melhor Série de Comédia em três anos consecutivos (1981, 1982 e 1983).
Em dezembro de 1984, a BBC exibiu um episódio especial de Natal em que Sir Humphrey é promovido a secretário de gabinete e Hacker, numa luta contra o seu adversário para ser eleito novo líder do partido, consegue finalmente a tão ambicionada posição de primeiro-ministro de Inglaterra, facto que o surpreendeu a si próprio.
Em janeiro de 1986, estreou a sequela da série com o título Yes Prime Minister (Sim, Sr. Primeiro-Ministro), realizada por Sydney Lotterby, com o mesmo elenco. Durou duas temporadas com oito episódios cada. Com a inesperada demissão do primeiro-ministro em serviço, Jim Hacker é elevado ao cobiçado cargo. Continua a contar com a ajuda do seu fiel assistente Bernard Woolley e, para seu azar, com as contínuas maquinações do maquiavélico Sir Humphrey Appleby. Hacker vive agora obcecado em manter a sua popularidade entre os eleitores ao mesmo tempo que pretende inscrever o seu nome na história como um grande estadista. Esta sequela não teve o êxito da original e foi considerada inferior a essa. Teve a sua última exibição em janeiro de 1988.
Como referenciar: Sim, Sr. Ministro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-16 06:38:25]. Disponível na Internet: