SNES (Super Nintendo Entertainment System)

Sucessora da popular Nintendo Entertainment System (NES), a Super Nintendo Entertainment System (ou SNES) foi lançada em agosto de 1991 nos Estados Unidos da América e na Europa a partir de abril do ano seguinte.
Tal como acontecia com a sua antecessora, o sistema da SNES também recorria a cartuchos para armazenar os jogos, mas neste modelo o carregamento era feito por uma abertura colocada no topo da consola, alegadamente para minimizar o desgaste experienciado pelas superfícies de contacto do hardware no modelo anterior.
Além desta, todos os modelos deste equipamento possuíam ainda duas portas na superfície frontal que permitiam a ligação de igual número de controladores de jogo, e uma saída de vídeo múltipla, que permitia a exportação dos gráficos nos formatos S-vídeo, RF, RGB e vídeo composto. As primeiras versões deste modelo traziam ainda uma porta de expansão, na parte inferior do equipamento.
Na tradição do modelo que a antecedeu, a consola era vendida no mercado europeu e americano com uma cópia do jogo "Super Mario World" (a NES trazia a primeira versão deste jogo); no entanto, embora não permitisse correr jogos do modelo anterior e dispusesse de um muito limitado leque de títulos disponíveis à data do seu lançamento, a SNES acabou por disponibilizar mais de 750 jogos diferentes, entre os quais os populares "Legend of Zelda: A Link to the Past", "Donkey Kong Country" e "Super Metroid".
Para o seu funcionamento dependia de um processador Ricoh 5A22 a 16 bits e contava com 128 KB de memória RAM dinâmica. O subsistema de som, praticamente independente do resto do sistema, e o de vídeo, com resoluções até 512 por 478 píxeis e um máximo de 32 768 cores, davam à consola alguma superioridade face à concorrência, compensando a escolha de um processador um pouco inferior.
A par disto, alguns cartuchos de jogos da Super Nintendo Entertainment System continham microprocessadores específicos, capazes de melhorar substancialmente as capacidades da consola, especialmente ao nível do desempenho gráfico a 3D.
A Nintendo veio ainda a disponibilizar um cartucho adaptador especial, que permitia ao utilizador conectar uma consola portátil Super Game Boy ao SNES, acrescentando assim a coletânea de títulos disponíveis para aquele sistema ao leque de jogos de que o proprietário de uma Super Nintendo Entertainment System podia usufruir.
Como referenciar: SNES (Super Nintendo Entertainment System) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-15 14:13:26]. Disponível na Internet: