Artigos de apoio

somatização
Síndrome crónica de múltiplos sintomas somáticos que não têm justificação médica nem são comprovados por exames médicos. É geralmente associada a sofrimento psicológico e a procuras sistemáticas de auxílio médico. Os sintomas existentes não devem ser causados por doença médica ou por medicamentos, drogas ou álcool, e devem ser perturbadores de tal modo que obriguem o paciente a usar medicamentos e a alterar o seu estilo de vida.
A prevalência é aproximadamente vinte vezes maior nas mulheres do que nos homens. O transtorno de somatização está inversamente relacionado com a classe social, ocorrendo mais frequentemente entre pessoas com menos escolaridade e com uma fraca situação profissional.
A causa é desconhecida, havendo fatores que indicam que a situação familiar possa sugerir fatores genéticos ou ambientais. Existem vários estudos que sugerem uma base neuropsicológica para a somatização.
Os pacientes apresentam inúmeras queixas somáticas e uma história médica longa e complicada. É necessário existirem dois ou mais destes sintomas para se considerar somatização: vómitos, dores nas extremidades do corpo, respiração acelerada sem esforço, amnésia, dificuldade para engolir, sensação de ardor nos órgãos sexuais e menstruação dolorosa.
A ansiedade e a depressão são as condições psiquiátricas de maior predomínio nestes pacientes. Descrevem as suas queixas de um modo dramático, emotivo e exagerado, com linguagem vívida e colorida. Pode haver um comportamento antissocial e impulsivo, ameaças e tentativas de suicídio e problemas conjugais. Este transtorno pode estar associado a alguns diagnósticos psiquiátricos, nomeadamente a transtornos de personalidade antissocial, transtornos de personalidade histriónica, borderline e abuso de determinadas substâncias.
Por definição, todos os indivíduos com somatização têm uma história de sintomas dolorosos, sintomas sexuais e sintomas conversivos e dissociativos.
A psicoterapia é útil nestes casos, pois ajuda os pacientes a lidarem com os seus sintomas e possivelmente elimina-os. Devem-se evitar medicamentos psicotrópicos e a prescrição de analgésicos, pois estes pacientes tendem a usá-los de uma forma errada e não confiável.

Como referenciar: somatização in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-13 01:33:24]. Disponível na Internet: