SS Lázio

Clube de futebol italiano, o SS Lázio foi fundado em 1900, em Roma, por Luigi Bigiarelli. Para o equipamento escolheu as cores branca e azul celeste, tal como as da Grécia, a pátria dos Jogos Olímpicos.
A nível regional a formação romana começou a ganhar algum destaque e em 1907 foi convidada a fazer três jogos num só dia em Pisa. Nesse dia derrotou o Lucca por 3-0, o Pisa por 4-0 e o Livorno por 1-0.
No entanto o clube da Roma, apesar e ter uma presença constante na primeira divisão italiana, demorou muitos anos a conseguir conquistar títulos nacionais.
Os primeiros troféus surgiram a distinguir um jogador, o avançado Sílvio Piola, que nas temporadas 1936/37 e 1942/43 se sagrou melhor marcador do campeonato transalpino.
Em 1957/58 a Lázio conquistou o seu primeiro título coletivo, ao triunfar na Taça de Itália, batendo na final a Fiorentina por 1-0, com o tento a ser apontado por Prini.
Depois a formação de Roma entrou numa fase descendente, acabando por ir para a 2.ª Divisão. Regressou ao escalão máximo na temporada 71/72.
Em 1973/74 a Lázio conquistou pela primeira vez o campeonato de Itália. Na equipa destacava-se o avançado Chinaglia, melhor marcador da competição com 24 golos.
No entanto, a equipa voltou a entrar numa fase em que não conquistou títulos coletivos, apenas se destacando os goleadores Giordano (melhor marcador do campeonato em 1979) e Signori (melhor marcador em 1993, 94 e 96).
A década de 90 ficou marcada pelo regresso da Lázio às boas classificações, especialmente a partir da temporada 1997/98, quando foi contratado o treinador sueco Sven Goran Eriksson. Nessa temporada, com a equipa reforçada com jogadores como Mancini e Almeyda, a formação romana conquistou a Taça de Itália, derrotando na final o AC Milão. Ainda na mesma época chegou à final da Taça UEFA, importante prova europeia de clubes, mas foi derrotada na final disputada em Paris pelo Inter de Milão por 3-0.
Em 1998/99 a Lázio reforçou a equipa com vedetas como o italiano Vieri, o chileno Salas, o espanhol De La Pena e os portugueses Fernando Couto e Sérgio Conceição e logo no início da temporada conquistou a Supertaça de Itália ao bater por 2-1 a Juventus. Ainda nessa temporada, depois de perder o campeonato na última jornada, em favor do AC Milão, a Lázio ganhou o seu primeiro troféu europeu, a última edição da Taça dos Vencedores das Taças. Na final disputada em Birmingham, na Inglaterra, derrotou os espanhóis do Maiorca por 2-1.
No início da temporada 1999/2000 a Lázio conquistou a Supertaça europeia, batendo o Manchester United por 2-1 num desafio que teve lugar em Monte Carlo. Na época em que festejava o seu centenário, a Lázio reforçou-se com futebolistas como o argentino Veron e o italiano Simone Inzaghi e conseguiu ganhar o campeonato, assim como a Taça de Itália. Fernando Couto e Sérgio Conceição eram habituais titulares da equipa.
No início da época 2000/2001, já sem Sérgio Conceição, somou mais um triunfo ao ganhar ao Inter de Milão por 4-3 na disputa da Supertaça italiana.
A meio da temporada Eriksson foi substituído no comando técnico pelo antigo guarda- redes Dino Zoff.
Em 2002/2003 Zoff deu o lugar a Roberto Mancini que, apesar da crise financeira do clube, conseguiu vencer uma Taça de Itália em 2003/2004, ao superiorizar-se à Juventus.
Como referenciar: Porto Editora – SS Lázio na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-22 12:41:33]. Disponível em