Artigos de apoio

tabernáculo
O tabernáculo é um objeto pertencente ao rito católico romano. Este termo provém do latim tabernaculum, palavra que é um diminutivo de taberna e que designa uma pequena cabana ou tenda. Assim, a forma do tabernáculo é arquitetural, em edícula, e como a sua função é guardar as hóstias consagradas, o cibório ou o ostensório é fechado por uma porta com chave, não só para preservar algo sagrado – as hóstias – como para que estas estejam em segurança. Ao longo dos tempos, desde o seu aparecimento no século XIII, ocupou locais diversos dentro das igrejas em posições que variaram da suspensa sobre o altar-mor, pousado sobre o mesmo altar-mor ou ao lado deste altar, do lado do Evangelho (a partir do século XIV). Podendo ser fixo ou móvel, o tabernáculo foi instituído no concílio de Latrão, em 1215, para proteção do cibório que desde o século IX se tinha decretado que deveria estar sobre o altar-mor. Foi a partir de 1614 que o tabernáculo passou a ocupar uma posição sempre fixa, por instituição do papa Paulo V, e de 1863 em diante passou a ser colocado sempre sobre o altar-mor. Uma vez que a sua função era guardar as hóstias consagradas, os motivos que decoram os tabernáculos são alusivos ao sacramento da Eucaristia, como espigas de trigo, o cordeiro místico, o cálice e a Última Ceia.
Como referenciar: tabernáculo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-23 13:20:24]. Disponível na Internet: