Terrence Malick

Realizador e argumentista norte-americano, Terrence Malick nasceu a 30 de novembro de 1943 em Waco, Texas. Durante a sua juventude, trabalhou alguns verões no campo, experiência que muito aproveitou para os seus filmes. Licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Harvard e depois obteve uma bolsa para Oxford, embora não tenha completado o curso. Depois regressou aos EUA, trabalhando como jornalista freelancer em revistas como a Life, a Newsweek e a New Yorker. Em 1968, tornou-se professor de Filosofia no Massachussets Institute of Technology. No ano seguinte, iniciou estudos no American Film Institute, começando também a fazer trabalhos de "script doctor" (uma função que envolve a reescrita de argumentos) em filmes como Dirty Harry (A Fúria da Razão, 1971), Drive, He Said (1971) e Deadhead Miles (1972). Em 1971, escreveu, realizou e atuou na curta-metragem Lanton Mills, o seu trabalho de fim de curso. No ano seguinte, escreveu o argumento de Pocket Money (Dinheiro Trocado), de Stuart Rosenberg.
Em 1973, estreou-se a realizar longas-metragens com Badlands (Noivos Sangrentos), um filme feito sem o apoio de estúdios, com Malick a conseguir o financiamento de um grupo de pequenos investidores. Bastante aclamado à data do seu lançamento, o filme conta a história verdadeira do casal de assassinos dos anos 50 Charles Starkweather e Carol Fugate, interpretados por Martin Sheen e Sissy Spacek. No ano seguinte, co-escreveu o argumento de The Gravy Train, de Jack Starrett, embora usando o pseudónimo de David Whitney. Em 1978, escreveu e realizou o seu segundo filme, Days of Heaven (Dias do Paraíso), mais um filme recebido como uma obra-prima com o qual venceu o prémio de Melhor Realizador do Festival de Cannes e obteve a nomeação para o Globo de Ouro de Melhor Realizador. Magnificamente fotografado, o filme acompanha um casal (interpretado por Richard Gere e Brooke Adams) que abandona Chicago para se instalar no Texas, trabalhando numa quinta que é propriedade de um homem (Sam Shepard) com quem se vão relacionar de forma trágica.
Esteve depois quase vinte anos afastado do cinema, vivendo inicialmente em Paris num regime de semiclausura, o que muito contribuiu para a aura de artista enigmático e perfeccionista. O seu regresso deu-se em 1997 com a adaptação de um romance de James Jones, The Thin Red Line (A Barreira Invisível), um filme de guerra pouco convencional com sequências de grande beleza e um elenco excecional que inclui Sean Penn, Nick Nolte, Woody Harrelson ou Jim Caviezel. Foi nomeado por este filme para o Óscar de Melhor Realizador.
Em 2005, escreveu e realizou o drama histórico de aventuras The New World (O Novo Mundo), sobre as lutas entre os nativos americanos e os colonizadores ingleses do século XVII, com Colin Farrell, Christopher Plummer e Christian Bale.
Como referenciar: Terrence Malick in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-23 18:38:59]. Disponível na Internet: