Tony Ramos

Ator brasileiro, de seu nome verdadeiro António de Carvalho Barbosa, nasceu a 25 de agosto de 1948 em Arapongas, Paraná. Casou-se em 1969 com Lidiane, de quem tem dois filhos.
Cara conhecida, especialmente da televisão, pela sua participação em mais de 30 telenovelas e séries, Tony Ramos começou a sua carreira em 1965, pela TV Tupi, na telenovela A Outra. De 1965 a 1976, trabalhou ao serviço desta estação fazendo mais 10 telenovelas. Em 1977, entrou para a TV Globo, de onde não saiu mais, e trabalhou com autores famosos como Janete Clair, Ivani Ribeiro, Sílvio de Abreu e Walter Negrão. A sua primeira telenovela na Globo foi Espelho Mágico e, no mesmo ano, participou em O Astro, primeira novela que o deu a conhecer em Portugal. Depois desta, entrou em várias telenovelas famosas em Portugal, tais como Pai Herói (1979); Baila Comigo (1981); Selva de Pedra (1986); Rainha da Sucata (1990); Felicidade (1991); A Próxima Vítima (1995), no papel do italiano Juca Mestieri; Anjo de Mim (1996); Torre de Babel (1998); As Filhas da Mãe (2001); e Mulheres Apaixonadas (2003).
Participou ainda em várias mini-séries, com destaque para Grande Sertão, Veredas (1985), de Walter Avancini, baseado no livro de Guimarães Rosa, e O Primo Basílio (1988), inspirado no livro de Eça de Queirós.
Tony Ramos participou também em algumas peças de teatro e no cinema. A sua estreia na Sétima Arte deu-se em 1968 com o filme O Pequeno Mundo de Marcos, seguindo-se Os Diabólicos Herdeiros (1971), Noites do Sertão (1984), Minas-Texas (1989), Pequeno Dicionário Amoroso (1997) e Bufo e Spallanzani (2001), entre outros.
Como referenciar: Tony Ramos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 12:49:28]. Disponível na Internet: