Tratado de Versalhes (1919)

Tratado de paz elaborado no final da Primeira Guerra Mundial pelas nações aliadas e cujo texto foi imposto à Alemanha vencida. A assinatura decorreu na Sala dos Espelhos do Palácio de Versalhes, em França, a 28 de junho de 1919, tendo o tratado entrado em vigor a 10 de junho do ano seguinte.
Para assegurar o entendimento político e a paz entre os países, o tratado previa a constituição da Sociedade das Nações, a redução do território alemão em cerca de 10% com a entrega da Alsácia e da Lorena à França, a desmilitarização da Alemanha e o pagamento por parte desta de pesadas indemnizações de guerra.

Pela sua severidade para com a principal nação derrotada, o Tratado de Versalhes constituiu, na perspetiva da Alemanha, uma penosa humilhação. Desta forma, tanto pelo descontentamento que gerou como pelas dificuldades económicas que impôs aos alemães nos anos seguintes, ajudou a criar condições para a ascensão de Adolf Hitler ao poder, nos anos 30, e, em consequência, para o retorno a um conflito em larga escala, no qual a Alemanha defrontaria novamente nações como a França e a Inglaterra - a Segunda Guerra Mundial.
Como referenciar: Tratado de Versalhes (1919) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-14 10:17:25]. Disponível na Internet: