Virginia Mayo

Atriz norte-americana de nome verdadeiro Virginia Clara Jones, nasceu a 30 de novembro de 1920 em St. Louis, Missouri, e faleceu a 17 de janeiro de 2005, em Thousand Oaks, Califórnia, vítima de pneumonia.
Filha de um jornalista, desde cedo se interessou pelo mundo do espetáculo. Aos 6 anos começou a frequentar aulas de dança num estúdio pertencente à sua tia. Tornou-se depois membro da Ópera Municipal de St. Louis e, mais tarde, fez um teste de cinema com David O. Selznick, que decidiu na altura que ela não tinha perfil para o cinema. Porém, Samuel Goldwyn acreditou no seu talento como atriz e acabou por oferecer-lhe um pequeno papel no filme Jack London (1943). No mesmo ano, participou em Seven Days Ashore e, no ano seguinte, conseguiu o papel de protagonista interpretando a princesa Margaret em The Princess and the Pirate (A Princesa e o Pirata), um filme de aventuras onde atuou ao lado de Bob Hope. Em 1945, fez de Ellen Shanley na comédia musical Wonder Man (O Super-Homem), contracenando com Danny Kaye, e aos poucos foi conquistando o seu lugar na Sétima Arte, tendo a sua popularidade crescido à medida que estreava o seu próximo filme. No ano seguinte, participou na comédia The Kid from Brooklyn, novamente ao lado de Danny Kaye, e no drama romântico realizado por William Wyler The Best Years of Our Lives (Os Melhores Anos das Nossas Vidas). Participou depois na comédia de fantasia The Secret Life of Walter Mitty (O Homem das Sete Vidas, 1947), no papel de Rosalind van Hoorn, e em A Song is Born (O Professor de Música, 1948) de Howard Hawks.
Em White Heat (1949), de Raoul Walsh, contracenou com James Cagney e obteve críticas bastante positivas com a interpretação de Verna, a esposa calculista do assassino Cody Jarrett (Cagney). Destaque ainda para o seu trabalho como protagonista em filmes como Backfire (1950); como Cleópatra em The Story of Mankind (1951) e She's Working Her Way Through College (1952).
A partir da segunda metade da década de 50, a sua carreira abrandou e foi vista em pouco mais de oito filmes, alguns de série B, westerns, filmes de aventura e alguns musicais. O seu último papel no cinema foi como Lucia no filme de terror The Man Next Door (1997), tinha 77 anos.
Como referenciar: Virginia Mayo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 22:17:55]. Disponível na Internet: