Vitélio

Imperador romano (15-69), de seu nome Aulo Vitélio, entre abril e dezembro de 69, altura em que é deposto, torturado e morto pelos soldados de Vespasiano de Alexandria, sendo o seu corpo atirado ao rio Tibre. Durante este período convulso, o Capitólio, incluindo o próprio templo do deus Júpiter, foi incendiado.
Foi aclamado imperador em Colónia, após a vitória dos seus generais Cecina e Valente na batalha de Betríaco, sobre um outro pretendente ao poder, Otão.
Apesar da sua eleição ter sido aceite pelo Senado, o exército romano da Judeia elegeu o seu general Vespesiano como imperador. Na segunda batalha de Betríaco, os partidários de Vitélio são vencidos. Conjuntamente com Galba e Otão, faz parte do grupo dos três imperadores meteóricos que se sucederam durante o ano de 68.
Como referenciar: Porto Editora – Vitélio na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-06-13 09:36:12]. Disponível em