Yves Montand

Cantor e ator francês, de nome verdadeiro Ivo Livi, nasceu a 13 de outubro de 1921, em Itália, mas a sua família emigrou para França, tendo-se instalado em Marselha, onde adquiriu a nacionalidade francesa. Retirado da escola aos 11 anos para começar a trabalhar, Yves Montand viveu uma infância muito carenciada.
A paixão pelo music-hall levou-o a conseguir uma oportunidade em 1938, no teatro Alcazar.
Mais tarde, atuou no Moulin Rouge, fazendo a primeira parte dos espetáculos de Edith Piaf, cujo impulso na carreira de Yves foi fundamental. Seguiram-se outros teatros, como o ABC ou o Étoile de Paris, onde a sua popularidade aumentou consideravelmente. De entre as suas canções mais populares podemos destacar "Dans les Plaines du Far-West", "Les Feuilles Mortes" (escrita por Jacques Prévert), "Battling Joe", "Les Grands Boulevards", "Le Chat de la Voisine" e "Sir Godfrey". Interpretou também canções de temática anti-militarista, como por exemplo, "Quand Un Soldat", "Le Chemin de la Liberté" e "Le Dormeur du Val".
Conhecido pelo envolvimento em causas políticas, foi sempre muito conotado com a esquerda política francesa, o que lhe trouxe alguns dissabores na imprensa. Juntou-se ao Mouvement de la Paix (Movimento da Paz), na companhia de outros intelectuais. Em março de 1950 assinou o Appel de Stockholm contra a utilização da bomba atómica. Tomou posição contra as guerras da Indochina e da Argélia. Em 1956 visitou a União Soviética para uma digressão, o que lhe rendeu críticas severas no seu país. Em 1959 atuou pela primeira vez nos Estados Unidos, apesar de aí ter sido considerado persona non grata durante algum tempo.
A par da canção, Yves Montand construiu uma carreira sólida no cinema. Entre os seus mais famosos filmes contam-se Le Salaire de la Peur (1953), Let's Make Love (1960), ao lado de Marilyn Monroe, La Guerre Est Finie (1966), Z (1968), L'Aveu (1970), César et Rosalie (1972), Jean de Florette (1986) e Manon des Sources (1986). Em 1987 aceitou a presidência do quadragésimo Festival de Cannes.
Foi casado com a atriz Simone Signoret, com quem contracenou. Faleceu a 9 de novembro de 1991.
Como referenciar: Yves Montand in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 06:01:18]. Disponível na Internet: