Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

< 1 min

Frei António Brandão
favoritos

Cronista português nascido em 1584 e falecido em 1637. Professou na Ordem de Cister e doutorou-se em Teologia na Universidade de Coimbra. Sucedeu Frei Bernardo de Brito no cargo de cronista-mor do reino, tendo continuado o seu trabalho historiográfico. Redigiu, assim, a terceira e quarta partes da obra já começada por aquele frei, Monarquia Lusitana.

Este autor revela rara consciência histórica e grande erudição, manifestos em inúmeros documentos que publicou nos apêndices das suas obras, como dentro delas, que são hoje de grande importância literária e linguística, na medida em que contribuíram para o estudo da evolução da nossa língua. Entre eles está a Vida de Sta Isabel, do século XIV.
Alexandre Herculano exaltou-o nos seus escritos, comparando-o a João Pedro Ribeiro e António Caetano do Amaral.

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Frei António Brandão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-14 13:09:32]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe