Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Igreja de S. Pedro (Peniche)
favoritos

A Igreja Paroquial de S. Pedro foi o primeiro templo construído na parte baixa de Peniche, no decurso do século XVI.
No entanto, S. Pedro recebeu uma reforma setecentista que veio a reformular toda a sua conceção espacial e estética; acrescentos posteriores vieram, sobremaneira, agravar a sua hibridez artística.
A fachada principal denota grandiosidade e depuração estética, própria de um certo barroco setecentista, menos triunfante e mais contido nas suas linhas artísticas.
Entrada da Igreja de S. Pedro em Peniche
Igreja de S. Pedro em Peniche
Demarcada em três partes, a frontaria é marcada ao centro por um nártex, constituído por arco de volta perfeita e sustentado por duas pilastras quadrangulares. Acima deste, ao nível do coro, irrompe um óculo circular, sendo o remate da empena realizado por frontão triangular encimado pela cruz latina. Lateralmente desenvolvem-se duas torres sineiras quadrangulares marcadas por faixas de pedra. Uma delas nunca foi concluída, a outra, rasgada na parte superior por ventanas de arco redondo, é coberta por um coruchéu marcado com pináculos.
O interior tem o corpo dividido em três naves seccionadas em cinco tramos, marcadas por arcadas que repousam em poderosas colunas cilíndricas e sustentam uma cobertura de madeira. Dispõem-se nas paredes quatro altares laterais de talha dourada barroca do século XVIII, enquanto na cabeceira são visíveis dois colaterais, igualmente de talha dourada setecentista flanqueando a capela-mor. O batistério possui um revestimento figurativo de azulejos do século XVIII, em tons de azul e branco.
A ousia é coberta por madeira e possui um aparatoso retábulo-mor e trono escalonado, de talha dourada barroca do século XVIII, onde se encontra a imagem do século XVII representando o padroeiro S. Pedro, entronizado. Nas paredes da capela-mor expõem-se quatro telas pintadas pelo artista Pedro Peixoto e datadas de 1711, narrando os episódios Quo Vadis?, a Pesca Milagrosa e duas outras cenas da vida de S. Pedro.
Na sacristia guarda-se uma tela barroca mostrando a Sagrada Família envolta em exuberante cercadura de flores, possivelmente obra dos finais do século XVII.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Igreja de S. Pedro (Peniche) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-22 19:46:45]. Disponível em
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Igreja de S. Pedro (Peniche) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-22 19:46:45]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe