Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

2 min

Ilha do Pico
favoritos

Ilha do Grupo Central da Região Autónoma dos Açores, constitui a segunda maior ilha do arquipélago dos Açores, com uma área de 441 km2. É uma ilha de formação vulcânica e a mais montanhosa do arquipélago, com o ponto mais alto de Portugal, a montanha do Pico, que se eleva a 2351 metros de altitude.
O primeiro desembarque na ilha, batizada na altura com o nome de São Dinis, deu-se antes de 1439. O seu povoamento ocorreu até 1460 e, por volta de 1466, foi doada, juntamente com a ilha do Faial, ao flamengo Josse van Huerter. Este, supondo-a deserta, enviou para lá colonos, que fundaram a povoação de S. Mateus. Em 1501, era já notável o desenvolvimento de Lajes do Pico, justificando a sua elevação a vila.
Nesta ilha o povoamento fez-se sempre ao longo da costa, devido ao monte que ocupa uma grande zona da parte central.
Ilha do Pico (ao longe) vista da Ilha do Faial
Pormenor da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, Açores
Os picuenses, habitantes ou naturais da ilha do Pico, dedicam-se à agricultura, à pesca e à criação de bovinos. A vinha, outrora uma das grandes riquezas da ilha que produzia o afamado vinho do Pico, exportado para a Inglaterra e para as Américas e que chegou a ser servido à mesa do próprio czar da Rússia, foi gradualmente afetada pela praga do oídio na segunda metade do século XIX. Atualmente, a produção é reduzida e as principais fontes de rendimento no campo da agricultura são os produtos hortícolas, a fruta e os cereais. A pecuária está muito desenvolvida, em especial no concelho de São Roque do Pico. A pesca é outra atividade importante.
As indústrias da ilha estão, na sua quase totalidade, ligadas ao ramo alimentar: laticínios, destilarias e moagens.
Administrativamente, divide-se nos concelhos de Lajes do Pico, Madalena e São Roque.
Como monumentos, ressaltam a Igreja de São Pedro, a primeira a ser construída no Pico, e a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que fazia parte de um antigo convento. Ainda na arquitetura sacra, a Capela de Santa Catarina, assente numa colina, tem vista privilegiada sobre a baía das Lajes.
Em julho de 2004, o comité da UNESCO considerou a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico como Património Mundial. A área candidata, que engloba os Lajidos da Criação Velha e de Santa Luzia, encontra-se implantada em campos de lava, enquadrada numa paisagem de extrema beleza natural e rodeada de um conjunto arquitetónico tradicional, no qual se destacam os currais, pequenas quadrículas de terreno onde crescem as vinhas, separados por muros de basalto negro.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Ilha do Pico na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-24 16:47:35]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe