Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

< 1 min

Javier Cercas
favoritos

Javier Cercas é um reconhecido escritor e tradutor espanhol com obras traduzidas em mais de trinta idiomas.
Começou a carreira na escrita muito cedo (1997), mas só em 2001 se tornou mais conhecido do grande público, com a obra Soldados de Salamina

Desde então mereceu várias distinções:

- Prémio Salambó de Narrativa 2001 (Espanha)
- Prémio Qué Leer (Espanha)
- Prémio Crisol (Espanha)
- Prémio Llibreter (Espanha)
- Prémio Cálamo 2011 (Espanha)
- The Independent Foreign Fiction Prize (Reino Unido)
- Prémio Grinzane Cavour (Itália)
- Prémio de la Crítica de Chile (Chile)
- Prémio Ciutat de Barcelona (Espanha)
- Prémio Ciudad de Cartagena (Espanha)
- Medalla de Extremadura 2005 (Espanha)
- Prémio Arzobispo Juan de San Clemente (Espanha)
- Cartelera Turia (Espanha)
- Athens Prize for Literature (Grécia)
- Prémio Fundación José Manuel Lara (Espanha)
- Prémio Nacional de Narrativa (Espanha)
- Prémio Internacional Terenci Moix 2010
- Prémio Mondello 2011 (Italia)
- Prémio Mandarache 2014
- Grinzane Cavour de narrativa 2003 (Espanha)
- Prix Jean Monnet
- Prémio Internazionale del Salone del Libro di Torino 2011 (Itália)
- Prémio Literário Casino da Póvoa 2015 (Portugal)

Várias das suas obras foram traduzidas para português, de entre quais se destacam as seguintes: Soldados de Salamina, A Velocidade da Luz, Anatomia de um Instante, As Leis da Fronteira, O Impostor, O Monarca das Sombras e Terra Alta (Prémio Planeta 2019), thriller que dá nome a uma trilogia que integra ainda Independência e  O Castelo do Barba-Azul.

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Javier Cercas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-19 00:54:56]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe