Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto

1 min

Jean Sibelius
favoritos

Compositor finlandês sinfónico, o mais importante da Escandinávia, nascido em 1865, em Hämeenlinna, e falecido em 1957, em Järvenpää.
Começou a estudar Direito mas, pouco tempo depois, passou a dedicar-se exclusivamente à música. Só em 1892, com o seu primeiro trabalho orquestral, Kullervo Symphony, é que começou a ser conhecido. Imediatamente a seguir, os trabalhos En Saga (1892), Karelia (1893) e The Swan of Tuonnela (1893), deram-lhe a liderança da composição finlandesa.

A partir de 1899, passou a compor apenas sinfonias, que se transformaram no género representativo da sua produção. Nesse campo, as obras que compôs foram: Symphony N.º 1 in E Minor (1899), Symphony N.º 2 in D Major (1901), Symphony N.º 3 in C Major (1907), Symphony N.º 4 in A Minor (1911), Symphony N.º 5 in E-Flat Major (1925), Symphony N.º 6 in D Minor (1925) e Symphony N.º 7 in C Major (1925). Na primeira década do século XX, a sua fama correu toda a Europa. No entanto, apesar de tanto sucesso, deixou praticamente de compor ao terminar a última sinfonia, cerca de trinta anos antes da sua morte.
A sua inspiração foi marcada pela paisagem escandinava e pelo alheamento face à moderna evolução da música europeia.

Busto de Jean Sibelius, 1910, de Eila Hiltunen no Parque Sibelius em Helsínquia
J. Sibelius foi considerado o compositor sinfónico mais importante da Escandinávia
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Jean Sibelius na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-02-23 11:41:15]. Disponível em

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto