Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Juramento do Jogo da Pela
favoritos

Trata-se de um episódio que se associa à Revolução Francesa. Ocorreu no dia 20 de junho de 1789, após a corte ter impedido a efetivação da reunião da Assembleia na sala onde se costumava realizar, fruto da sua política de oposição ao Terceiro Estado. Os deputados decidiram então reunir-se na Sala do Jogo da Pela. É nesta sala que, segundo uma proposta de um deputado do Delfinado, Mounier, os deputados juraram jamais se separarem e reunirem-se sob que circunstâncias fossem até que a Constituição do reino estivesse firme nos seus fundamentos, afirmando também a ideia de manutenção da ordem pública e dos princípios da Monarquia. O juramento foi aclamado efusivamente pela maioria dos membros ali presentes, tendo-se oposto apenas um, Martin Dauch, que não aprovou o ato por o considerar revolucionário.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Juramento do Jogo da Pela na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-30 05:20:20]. Disponível em
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Juramento do Jogo da Pela na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-30 05:20:20]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe