Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Lee Marvin
favoritos

Ator de cinema norte-americano, nasceu a 19 de fevereiro de 1924, em Nova Iorque, e morreu a 29 de agosto de 1987, no Arizona.

Celebrizou-se por desempenhar papéis de personagens violentas, psicóticas e vilões. Já em criança demonstrou o espírito rebelde que o viria a caracterizar artisticamente, ao ser expulso de diversas instituições escolares. Alistou-se nos Marines, tendo combatido no Pacífico durante a 2.ª Guerra Mundial, tendo sido ferido em combate. Findo o conflito, trabalhou como canalizador. Começou a carreira de ator acidentalmente quando substituiu um amigo numa companhia de teatro amador.

Tal levou-o a investir num curso de Interpretação em Nova Iorque. Após uma passagem pela Broadway, chegou ao cinema como figurante em You're in the Navy Now (1950). O seu primeiro papel de relevo foi em The Big Heat (Corrupção, 1953), de Fritz Lang onde desempenhou um tipo de papel que viria a tipificar-se nos anos seguintes: o de duro. Seguiram-se The Caine Mutiny (Os Revoltados do Caine, 1954), Bad Day at Black Rock (A Conspiração do Silêncio, 1955) e The Comancheros (Os Comancheros, 1961).

Quando parecia que Marvin estava destinado a tornar-se um obscuro ator secundário, John Ford confere-lhe o papel de vilão, ao lado de John Wayne e de James Stewart, em The Man Who Shot Liberty Valance (O Homem que Matou Liberty Valance, 1962). Será contudo num registo cómico que obterá o maior prémio da sua carreira, o Óscar para Melhor Ator em Cat Ballou (A Mulher Felina, 1965), pelo papel de pistoleiro alcoólico. Continuará a demonstrar toda a sua versatilidade em westerns e filmes de ação memoráveis como The Professionals (Os Profissionais, 1966), The Dirty Dozen (Doze Indomáveis Patifes, 1967), Point Blank (À Queima-Roupa, 1967) e Hell in the Pacific (Duelo no Pacífico, 1968).
Após alguns fracassos comerciais na década de 70 e um divórcio escandaloso que quase lhe arruinou a carreira, Marvin regressou em força com The Big Red One (O Sargento da Força Um, 1980) de Samuel Fuller, Gorky Park (O Mistério de Gorky Park, 1983) e The Delta Force (A Força Delta, 1986).

 

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Lee Marvin na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-17 19:36:07]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe