Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto

1 min

Louis Braille
favoritos

Pedagogo francês nascido em 1809, em Coupvray (perto de Paris), e falecido em 1852, em Paris.
Ficou cego de um olho aos três anos de idade em consequência de um acidente. Pouco tempo depois, perdeu a visão do outro olho por causa de uma infeção. Frequentou um instituto para cegos, onde foi depois professor. Inventou um método de escrita e leitura para cegos, que ficou conhecido como alfabeto Braille e se universalizou.
O alfabeto Braille é um sistema de representação de letras, símbolos musicais, números e símbolos matemáticos através de pontos em relevo, marcados em papel ou outro material, que podem ser lidos pelo tato. Cada carácter é representado por um conjunto de seis pontos, organizados em duas colunas de três.
Louis Braille, pedagogo francês, inventor do alfabeto para cegos
Escrita em braille
Braille propôs o seu alfabeto em 1829, tendo-lhe depois feito alguns aperfeiçoamentos. A sua invenção revolucionou a educação dos cegos, na medida em que lhes facultou o acesso à escrita e à leitura. Hoje em dia, o sistema Braille é usado em todo o mundo. Há livros e revistas publicados em Braille, máquinas de escrever próprias, etc.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Louis Braille na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-02-28 00:02:05]. Disponível em

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto