Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

2 min

Luís Tinoco
favoritos

Compositor português de música erudita e contemporânea, Luís Bernardo Silva Tinoco nasceu a 16 de julho de 1969, em Lisboa, sendo filho do músico José Luís Tinoco.
Estudou piano com Maria Carlota Tinoco e Elisa Lamas. Esta última professora ensinou-lhe também formação musical e harmonia.
Luís Tinoco, depois de ter concluído o ensino secundário, ingressou na Escola de Teatro e Cinema do Conservatório Nacional, em Lisboa, tendo depois frequentado o curso de Audiovisuais no IADE e o de Desenho e História de Arte na Sociedade Nacional de Belas Artes. Tinoco percebeu, então, que a música era a sua vocação.
Assim, em 1991, foi estudar jazz com Mário Laginha e, dois anos mais tarde, entrou na Escola Superior de Música de Lisboa, onde teve como orientadores José Carlos Buonacorso, Christopher Bochmann e António Pinho Vargas. Aqui completou o curso de Composição em 1996 com a nota de 19. Entretanto, aos 25 anos já tinha composto a peça "Quinteto para saxofone soprano, fagote, piano, viola e violoncelo", seguindo-se, em 1995, "Quarteto de Cordas" e "Perpetuum", em 1996.
Tinoco fez o mestrado em Composição na Royal Academy of Music, em Londres, onde estudou com Paul Patterson, tendo sido bolseiro do Centro Nacional de Cultura e da Fundação Calouste Gulbenkian. Completou o mestrado em música em 1999.
Luís Tinoco já deu aulas de música na Escola de Jazz Luís Villas-Boas, do Hot Clube de Portugal, na Escola Profissional de Arcos do Estoril, na Academia de Artes e Tecnologias, na Escola Superior de Música de Lisboa e na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto.
Para além de Portugal, ao longo da sua carreira atuou em países como Alemanha, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Croácia, Eslovénia, Estados Unidos da América, França, Hungria, Irlanda, Itália, Nova Zelândia e Reino Unido.
Paralelamente, apresentou, entre 2000 e 2003, "A Partitura de Um Século" na estação de rádio Antena 2. Depois foi o autor do programa "Geografia dos Sons".
Luís Tinoco ganhou, em 1995, o Prémio de Composição Lopes-Graça e o Prémio Revelação Ribeiro da Fonte, do Ministério da Cultura, e o Prémio de Composição Cláudio Carneyro, ambos em 2000. Em Inglaterra, entre 1997 e 1999 conquistou cinco prémios atribuídos pela Royal Academy of Music. Ainda em 1999 ganhou o primeiro prémio no concurso Galliard Ensemble.
Em 2001 tornou-se codiretor artístico e cofundador do ensemble de música contemporânea OrchestrUtopica.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Luís Tinoco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-25 02:58:34]. Disponível em
Outros artigos
ver+
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Luís Tinoco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-25 02:58:34]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe