Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Martim Moniz
favoritos

A lenda conta que D. Afonso Henriques tinha posto cerco à cidade de Lisboa, ajudado pelos muitos cruzados que por ali passaram a caminho da Terra Santa.

Numa das tentativas de assalto a uma das portas da cidade, Martim Moniz enfrentou os mouros e conseguiu manter a porta aberta. O seu corpo ficou atravessado entre os dois batentes e permitiu que os cristãos entrassem na cidade.
Azulejos do séc. XVII alusivos à morte de Martim Moniz

Gravemente ferido, Martim Moniz entrou na cidade com os seus companheiros e fez ainda algumas vítimas entre os inimigos, antes de cair morto.

D. Afonso Henriques quis honrar a sua valentia e sacrifício, pelo que ordenou que aquela entrada passasse a ter o nome de Martim Moniz.

O povo diz que foi o próprio D. Afonso Henriques quem mandou colocar o busto do herói num nicho de pedra, onde ainda hoje se encontra, junto à Praça de Martim Moniz.


Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Martim Moniz na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-14 13:18:12]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe