Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

< 1 min

mordobre
favoritos

O mordobre ou mozdobre é uma técnica retórica usada na poesia galego-portuguesa que consiste na repetição, ao longo do poema, de formas flexionadas ou etimologicamente afins de uma ou mais palavras.

Veja-se, a título de exemplo, a estrofe seguinte de uma cantiga de amor de Pero da Ponte:

Se eu podesse desamar
a que[n] me sempre dasamou,
e podesse algun mal buscar
a quen me sempre mal buscou
Assi me vingaria eu,Se eu podesse coita dar
A quen me sempre coita deu
(CBN 923, exceto o sublinhado)

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – mordobre na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-19 00:22:57]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe