Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Orgulho e Preconceito
favoritos

Publicado pela primeira vez em 1813, Orgulho e Preconceito é a obra de estreia da escritora inglesa Jane Austen que, a partir de 1796, começou a trabalhar na sua versão original, First Impressions, que seria elaborada para publicação entre 1810 e 1812.

Não fugindo ao carácter de todos os romances posteriores da autora, Orgulho e Preconceito trata de enlevos amorosos, sendo por vezes considerada como uma sátira de costumes, sobretudo pela relativa implausibilidade das personagens. A obra descreve os atritos entre Elisabeth Bennett, uma jovem inteligente, filha de um aristocrata rural, e Fitzwilliam Darcy, um abastado proprietário agrícola, também ele pertencente à aristocracia inglesa.

A ação decorre principalmente na pequena cidade de Hertfordshire, e inicia-se com uma conversa mantida em Longbourn, a propriedade da família Bennett, acerca da chegada de Mr. Bingley, tido como candidato adequado a desposar uma das cinco filhas solteiras da família.

O relacionamento entre Elizabeth e Mr. Darcy começa a partir do desagrado mútuo, mas este acaba por se deixar intrigar pela sua mente e pelo seu espírito, acabando ambos por se enamorar e tornar unidos em felicidade.

Irónica e bem-humorada, a linguagem utilizada em Orgulho e Preconceito é tida pelos especialistas como elegante e imaculada. Jane Austen foi criticada pelos seus contemporâneos como sendo uma escritora impassível, mas teria sido precisamente esta falta de paixão explícita que a autora terá sido capaz de fornecer uma descrição tão irónica dos costumes e da moral da sociedade do século XIX. Utilizando um narrador impessoal, Jane Austen consegue fazer com que as personagens não sejam o centro da mesma, mas apenas uma parte.

Em Orgulho e Preconceito, Jane Austen não critica a situação feminina na sociedade vitoriana, apenas o comportamento, quando se revela sendo pouco inteligente e irracional. Como em todos os romances da autora, o bom comportamento acaba sempre, mesmo após atribuladas peripécias, por gerar boa fortuna.

 

Ler excerto da obra

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Orgulho e Preconceito na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-22 03:32:49]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe