Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Pátria e Deus e A Morte do Mau Ladrão
favoritos

Poema panfletário de Gomes Leal dirigido contra o líder republicano Afonso Costa e que, portanto, assinala uma viragem no pensamento ideológico do autor. Nesta obra, Gomes Leal atribui as causas da decadência nacional ao republicanismo: "pretendi traçar com violentas, humorísticas ou heroicas pinceladas de treva e fogo - mas de molde a levantar a nossa fibra nacional derrancada - toda esta vil e atual tragicomédia: toda esta debochada e criminosa decadência atual; toda esta bambochata ensanguentada, porcalhona, enigmática, após o cinco de outubro e até hoje". A ideia da decadência nacional está bem patente na última parte, intitulada "Uma palestra com Portugal (Sátira heroica)": "Meu Portugal!, eu já cantei plangentes / teus rouxinóis na balsa verdejante... / (...) / Mas agora, ao luar do teu outono, / só pranteio teu mal, teu abandono!...".
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Pátria e Deus e A Morte do Mau Ladrão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-18 01:46:06]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe