Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

perdiz
favoritos

Designação de aves da família dos Fasianídeos. Aves como a perdiz Alectoris rufa, também conhecida como perdiz-comum ou perdiz-vermelha, encontram-se em terrenos agrícolas, charnecas secas com arbustos e também nas montanhas rochosas.
É uma ave cujo comprimento do corpo pode atingir os 34 centímetros e o da asa oscila entre 156 e 165 centímetros no macho e entre 147 e 160 centímetros na fêmea. Possui bico e patas vermelhas, uma mancha branca debruada de negro na plumagem do pescoço. A plumagem dos flancos é acinzentada, com listas alternadas brancas, negras e pardas e a do peito é de cor cinzento-azulada.
A fêmea tem colorações menos vivas e, ao contrário do macho que apresenta dois ou três, não apresenta nenhum esporão nas patas. Tem uma alimentação herbívora e no verão é parcialmente insetívora.
A perdiz foi introduzida na América do Norte em 1889
Na época do acasalamento o macho seleciona a localização do ninho que é uma cova, pouco funda, esgravatada, modelada pela pressão do corpo e forrada de ervas, feita numa zona exposta. A postura é de 10 a 15 ovos e a incubação de 25 dias, feita pela fêmea. Os juvenis nascem bastante evoluídos, são avermelhados com manchas acinzentadas ou pardacentas na parte dorsal, com uma faixa na asa e outra nos flancos. A plumagem da zona inferior é cinzento-avermelhada e as patas são vermelhas. Antes de decorrerem vinte e quatro dias as crias correm atrás da mãe que por vezes lhes dá alimento no bico. Os sobreviventes juntam-se até à próxima época de acasalamento formando bandos de dez a vinte perdizes.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – perdiz na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-26 13:58:31]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe