Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

< 1 min

signo linguístico
favoritos

Na conceção da linguística estruturalista, o signo linguístico é uma entidade psíquica indivisível, composta por dois elementos: o significado ou conceito e o significante ou a forma linguística na sua realização fonética ou gráfica. O signo linguístico é arbitrário porque não pretende assemelhar-se ao seu referente. Diversas línguas atribuem diversos significantes a um significado idêntico. As onomatopeias e as exclamações são consideradas o único vestígio do signo motivado. Atualmente nenhuma escola linguística contesta o princípio da arbitrariedade. O sistema linguístico organiza os signos em relações paradigmáticas e sintagmáticas. Em comparação com outros signos, o signo linguístico é praticamente imutável. A sua eventual modificação resulta dos mecanismos da evolução da língua e não da volição de um utente.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – signo linguístico na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-21 21:40:01]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe