Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto

1 min

viscose
favoritos

A viscose é uma solução de xantano de celulose com lixívia de soda.
O líquido obtido, de cor amarelada, tem como finalidade a produção de fibras têxteis, folhas e esponjas.
Para o fabrico da viscose utiliza-se protoplasma celular da madeira, que se branqueia numa solução de 18 a 22% de lixívia de soda, convertendo-a em celulose alcalina. Deixa-se macerar a massa triturada durante um período de tempo com sulfureto de carbono, obtendo-se o xantano de celulose, um produto gumoso de cor amarela-
-alaranjada. Este dissolve-se em lixívia de soda, diluída com água, deixando-o maturar um certo tempo, ao fim do qual se obtém a solução viscosa que, uma vez filtrada e arejada (eliminação das bolhas de ar), pode servir como solução fiável.
O nome de viscose também é dado às fibras regeneradas fabricadas com viscose.
A viscose passa sob pressão através de fieiras e introduz-se dentro de um banho que contém ácido sulfúrico, sulfato de sódio e de zinco. Dentro do banho, a solução fiável da viscose coagula, formando-se fibras de celulose.
Dependendo do tipo do posterior tratamento, obtêm-se fios contínuos (antes designados seda artificial raiona) ou fibras fiáveis (antes designadas lã de celulose).

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – viscose na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-02-28 05:59:59]. Disponível em

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto