Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

W.C. Fields
favoritos

Ator e argumentista norte-americano, William Claude Dukenfield nasceu a 29 de janeiro de 1880, em Filadélfia, e morreu a 25 de dezembro de 1946, em Pasadena, Califórnia.

O mais velho de cinco irmãos, fugiu de casa aos 11 anos na sequência de desavenças com o pai.
Adquiriu a sua famosa voz rouca graças às constantes exposições ao tempo frio e o seu nariz vermelho e amachucado graças às recorrentes lutas com miúdos maiores.

Começou por aperfeiçoar a sua técnica como malabarista, o que lhe deu um reconhecimento inicial, chegando mesmo a correr mundo com números de pantomina cómica.

Estreiou-se na Broadway com a comédia musical The Ham Tree, em 1906.
No cinema, a estreia deu-se em 1915 com Pool Sharks.

Entre 1915 e 1921, atuou em Nova Iorque nos Ziegfeld Follies, casando em 1921 com a bailarina Harriet Hughes.

Em 1923, interpretou o aclamado musical Poppy, com um papel especificamente escrito para ele. D. W. Griffith faria uma versão cinematográfica da peça Sally of the Sawdust (1925), para a qual Fields curiosamente não fora a primeira escolha para o papel.

Entre 1930 e 1934, atuou em diversos filmes para a Paramount, atingindo o ponto alto com It's a Gift (1934), que incluía um famoso sketch proveniente dos palcos.

Por esta altura, era já popularmente reconhecido pelas suas personagens alcoólicas com uma particular aversão por crianças e cães. Inveterado improvisador que preparava as próprias improvisações, Fields tinha uma personalidade enigmática.

Apesar de reconhecido cómico, desempenhou o papel sério de Mr. Micawber em David Copperfield (1935), de George Cukor.

Sofreu uma grave doença que interrompeu a sua carreira no cinema em 1936, mas aproveitou para fazer uma peça radiofónica em 1938, descobrindo outro meio de difundir o seu génio.

Em 1939, mudou-se para a Universal onde escreveu maioritariamente os filmes em que participou.

São desta época alguns dos seus mais conhecidos filmes: My Little Chickadee (1940), onde contracena com Mae West, The Bank Dick (1940), talvez o maior clássico, e Never Give a Sucker an Even Break (1941).

Continuou a ser atormentado por várias doenças, não conseguindo ter mais do que aparições especiais nos seus últimos filmes, até ao seu falecimento no Dia de Natal de 1946, em Pasadena.

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – W.C. Fields na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-06-17 04:43:20]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe