Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Yamoussoukro
favoritos

Aspetos Geográficos
Capital e segunda maior cidade da Costa do Marfim, Yamoussoukro localiza-se na parte central do país, cerca de 240 km para noroeste de Abidjan, a maior cidade da nação. Possui cerca de 200 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
Em 1901, durante a colonização francesa, a rainha Yamousso era a governante da aldeia de N'Gokro. Nesta altura, possuía 475 habitantes e era uma das 129 aldeias Akoué. As relações diplomáticas e comerciais foram estabelecidas, mas em 1909, sob as ordens do chefe Djamlabo, os Akoué revoltaram-se contra a administração francesa, na altura liderada por Simon Maurice. À medida que a situação voltou ao normal, Simon Maurice decidiu transferir a base militar francesa para N'Gokro, renomeada Yamoussoukro, local onde foi construída uma pirâmide em memória de Kouassi N'Go, chefe dos Akoué, e em homenagem à rainha Yamousso. Em 1939, Félix Houphouet-Boigny tornou-se chefe da aldeia. Passou depois por um longo período de estagnação, mantendo-se como uma pequena aldeia agrícola. A situação manteve-se até depois da Segunda Guerra Mundial. Só com a independência da Costa do Marfim, em 1960, se deu um maior desenvolvimento da cidade. Em 1983, tornou-se a capital do país, sucedendo a Abidjan. O seu monumento mais importante é a Basílica de Nossa Senhora da Paz, a maior igreja católica do mundo, uma réplica da Basílica de S. Pedro, consagrada pelo Papa João Paulo II em 1990.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
Apesar de se situar num país pobre, a cidade diferencia-se da maioria das capitais africanas pela sua arquitetura moderna. Adicionalmente, embora seja a capital, é a cidade de Abidjan (antiga capital) que concentra a maior parte das funções administrativas. Para além da enorme Basílica de Nossa Senhora da Paz, outros pontos de importância são a barragem de Kossou, a Fundação Félix Houphouet-Boigny, a Câmara Municipal, uma igreja protestante, a mesquita e o palácio presidencial (que tem um lago com crocodilos).

Economia
Apesar da sua importância, a cidade fica atrás de Abidjan no capítulo administrativo e económico. A sua economia depende bastante das indústrias florestais, dos perfumes e da pesca. Destaca-se também nos campos da educação e ciência. É servida pelo aeroporto internacional de Yamoussoukro.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Yamoussoukro na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-05-26 19:09:16]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe