dia

di.a
ˈdiɐ
nome masculino
1.
período durante o qual a Terra uma volta sobre o seu próprio eixo
2.
unidade de medida de tempo, equivalente a um período de vinte e quatro horas
3.
período em que a Terra recebe claridade solar
4.
estado atmosférico
5.
momento presente, período atual
6.
pagamento correspondente a um dia de trabalho
7.
plural vida; existência
8.
plural época; período de tempo
dia civil
tempo que decorre entre duas passagens inferiores do Sol médio no mesmo meridiano (começa 12 h antes da passagem superior do Sol e termina 12 h depois)
dia de comadres
quinta-feira anterior à terça-feira de Carnaval
dia de compadres
quarta-feira anterior à quinta-feira de comadres
dia de São Nunca tarde)
nunca
dia natural
tempo que decorre entre o nascer e o pôr do Sol
RELIGIÃO dia santo
dia consagrado ao culto e no qual a Igreja proíbe o trabalho
dia sideral convencional
tempo que decorre entre duas passagens superiores do ponto vernal no mesmo semimeridiano
dia sideral natural
período de cada rotação da Terra
dia solar médio
tempo que decorre entre duas passagens superiores consecutivas do Sol médio no mesmo semimeridiano
dia solar verdadeiro
tempo que decorre entre duas passagens superiores consecutivas do Sol no mesmo semimeridiano
dia útil
dia geralmente destinado ao exercício de atividades profissionais
andar/estar em dia
trazer as suas contas ou os seus negócios bem regulados
bom dia!
saudação feita geralmente ao longo da manhã
como do dia para a noite
diz-se quando se deu uma mudança radical em algo ou alguém
de um dia para o outro
em pouco tempo
estar nos seus dias
estar bem-disposto
hoje em dia
atualmente
pôr em dia
pôr em ordem, atualizar
(provérbio) Roma e Pavia não se fizeram num dia
nada se faz sem tempo
ter os dias contados
estar prestes a morrer, estar prestes a desaparecer
um dia de juízo
um dia desastroso, dia de uma coisa que demorou muito tempo a realizar
Do latim clássico die-, pelo latim vulgar *dia-, «idem»
Como referenciar: dia in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 16:14:23]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A casa da tua tia não vás dia a dia.
  • A lua não fica cheia num dia.
  • A passo e passo anda-se por dia um bom bocado.
  • A semana do trabalhador tem seis dias, a do preguiçoso seis manhãs.
  • Amizade de um dia, recordação de um minuto.
  • Ao quinto dia verás que mês terás.
  • Barra roxa em sol nascente, água em três dias não mente.
  • Beijo-te, bode, porque um dia serás odre.
  • Bons dias em janeiro enganam o homem em fevereiro.
  • Cada dia três e quatro, breve chegarás ao fundo do saco.
  • Carne de cão, em três dias fica sã.
  • Cerco da lua, pastor enxuga se aos três dias não enxurra.
  • De dia em dia, casarás Maria.
  • De graça só se dá "bom dia".
  • De pendão a grão, trinta dias são.
  • Dia de maio, dia de má ventura; ainda é de manhã, logo é noite escura.
  • Dia de São Bartolomeu, anda o diabo à solta.
  • Dia de São Lourenço, vai à vinha e enche o lenço.
  • Dia de São Mateus, vindimam os sisudos e semeiam os sandeus.
  • Dia de São Martinho, fura o teu pipinho.
  • Dia de São Martinho, lume, castanhas e vinho.
  • Dia de São Sebastião, laranja na mão.
  • Dia de São Tiago, pinta o bago.
  • Dia de São Vicente, toda a água é quente.
  • Dia em que me não enfeitei, veio a casa quem eu não cuidei.
  • Dia frio e dia quente, fazem andar o homem doente.
  • Dia nenhum sem bem algum.
  • Dias melhores hão de vir.
  • Do Natal à Santa Luzia cresce um palmo o dia.
  • Em dia de calor arroupa-te melhor.
  • Em dia de Santa Luzia, cresce a noite e minga o dia.
  • Em dia de São Lourenço vai à vinha e enche o lenço.
  • Em março, cada dia chove um pedaço.
  • Fartura de lobo, três dias dura.
  • fevereiro coxo, em seus dias vinte e oito.
  • Filho de burro um dia dá coice.
  • Hoje um, amanhã dois, ao outro dia três ou quatro, depressa enche o saco.
  • Hóspede e peixe com três dias fede.
  • Hóspede em casa, dia santo é.
  • Juramentos de amor; juramentos de um dia.
  • Lua cheia em março trovejada, trinta dias é molhada.
  • Lua nova trovejada, trinta dias é molhada.
  • Lugar de dia perdido nunca é preenchido.
  • Madrugadas frias, trazem bons dias.
  • Maior fosse o dia, maior era a romaria.
  • Mais vale rainha um dia, que duquesa toda a vida.
  • Manhã de nevoeiro, dia soalheiro.
  • março chove cada dia o seu pedaço.
  • No dia da Senhora das Candeias, quando está a rir, é inverno para vir, quando está a chorar o inverno está a passar.
  • No dia de São Martinho, vai à adega e prova o vinho.
  • No dia em que te casas, ou te curas ou te matas.
  • O que não se faz no dia de Santa Luzia, faz-se no outro dia.
  • O que se faz de noite vê-se de dia.
  • O sol quando nasce é rei, ao meio dia é morgado, de tarde está doente, à noite sepultado.
  • Os dias bons de janeiro enganam o homem em fevereiro.
  • Páscoas de longe desejadas, num dia são passadas.
  • Patrão fora, dia santo na loja.
  • Pela manhã se começam os bons dias.
  • Por São Matias, noites iguais aos dias.
  • Por Santa Luzia, igual é a noite ao dia.
  • Por três dias de ralhar, ninguém deixe de cear.
  • Poupa o teu vintém, serás um dia alguém.
  • Primeiro dia de janeiro, primeiro dia de verão.
  • Quando o galo canta, já é dia.
  • Quem alegre se levanta, todo o dia canta.
  • Quem atura crianças, não guarda dias santos.
  • Quem casa por amores, maus dias, noites piores.
  • Quem come tudo num dia, no outro assobia.
  • Quem se assenta em pedra, três dias arrenega.
  • Quem tarde se levanta, todo o dia corre e pouco adianta.
  • Quem vai à festa três dias não presta.
  • Roma e Pavia não se fizeram num dia.
  • Santa Lúcia, cresce a noite mingua o dia.
  • Se cada dia tirares três e quatro, breve chegas ao fundo do saco.
  • Se esta semana é curta, sete dias traz a outra.
  • Se maior era o dia, maior era a romaria.
  • Tira um pouco cada dia, terás a bolsa vazia.
  • Trinta dias tem novembro, abril, junho e setembro; de vinte e oito, só há um, e os mais têm trinta e um.
  • Um dia segue outro, como um amor faz esquecer outro.
  • Um dia vale por dois para quem diz 'já' e não 'depois'.
  • Venha a minha nora, mas venha cada dia e não cada hora.
VER +