esquecer

es.que.cer
(i)ʃkɛˈser
verbo transitivo e pronominal
1.
não se lembrar de
2.
perder a lembrança de; deixar fugir da memória; olvidar
3.
meditar nalguma coisa, com abstração de tudo o mais
4.
não fazer caso de; desprezar
verbo intransitivo
[pouco usado] perder a sensibilidade
Como usar o verbo
esquecer(-se)
olvidar(-se)
Esquece o passado e anda para a frente!
esquecer(-se) de
olvidar(-se)
Ela esqueceu-se da caneta em casa.
Do latim *escadescĕre, frequentativo de excadĕre, «cair fora»
Como referenciar: esquecer in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-28 15:42:11]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A nenhum coxo esquecem as muletas.
  • Amigos que desaparecem, esquecem.
  • Amores velhos nunca se esquecem.
  • Bem ama quem não esquece.
  • Dor de cotovelo e dor de marido, ainda que doa logo é esquecido.
  • Encomendas sem dinheiro esquecem ao primeiro ribeiro.
  • Lembra aos rapazes o que ao demo esquece.
  • O esquecido nem é dado, nem agradecido.
  • O prazer que acompanha o trabalho, faz esquecer a fadiga.
  • Passada a festa, esquecido o santo.
  • Pelos amores novos se esquecem os velhos.
  • Perdoar não é esquecer.
  • Quem ama nunca esquece.
  • Quem ama, tarde esquece.
  • Quem bem ama, não esquece.
  • Quem bem tece, não se esquece.
  • Quem breve ama, tarde esquece.
  • Quem pelo alecrim passou e dele não colheu, ou nunca teve amores ou deles se esqueceu.
  • Se bebes para esquecer, paga antes de beber.
  • Um dia segue outro, como um amor faz esquecer outro.
VER +