pardal

par.dal
pɐrˈdaɫ
nome masculino
1.
ORNITOLOGIA designação comum, extensiva a diferentes aves de pequeno porte da família dos Passerídeos, geralmente de plumagem acastanhada ou acinzentada, que inclui espécies frequentes em Portugal
2.
ORNITOLOGIA (Passer domesticus) pássaro de distribuição cosmopolita, abundante em Portugal, tanto em zonas urbanas como rurais, pode atingir cerca de 15 centímetros de comprimento e apresenta plumagem acastanhada com manchas escuras no dorso, acinzentada na cabeça e no ventre e com mancha negra no peito (macho) ou de tons castanho-claros com uma risca amarelada por trás do olho (fêmea), sendo também conhecido por pardal-comum, pardal-de-telhado, pardal-ladro, pardejo, etc.
3.
gíria espião policial
4.
popular indivíduo finório
adjetivo
diz-se de uma casta de uva
De pardo+-al
Porto Editora – pardal no Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-28 03:31:54]. Disponível em

PROVÉRBIOS

  • Até ao Natal salto de pardal, de Natal a janeiro salto de carneiro e de janeiro a fevereiro salto de outeiro.
  • De Santa Luzia ao Natal, um salto de pardal, de Natal a janeiro, um salto de carneiro.
  • Estorninhos e pardais, todos somos iguais.
  • Fidalgos, galgos e pardais são três castas de animais.
  • Mais vale ser pardal na rua, que rouxinol na prisão.
  • O primeiro milho é dos pardais.
  • Por medo dos pardais, não se deixa de semear cereais.
  • Quando o pardal tem fome, vem abaixo e come.
  • Ticos-ticos e pardais, todos somos iguais.
VER +