rir

rir
ˈʀir
verbo intransitivo e pronominal
1.
contrair os músculos da cara, mostrando uma expressão facial alegre, acompanhada por emissão de sons, geralmente cadenciados e ruidosos, como reação a algo engraçado ou cómico
2.
assumir uma expressão alegre; ter aspeto agradável
3.
popular rasgar-se; fender-se
verbo transitivo
1.
achar graça a
2.
fazer troça (de); escarnecer (de)
3.
tratar sem seriedade; gracejar (de)
nome masculino
riso
Como usar o verbo
rir(-se) de
troçar
O mestre ria-se de mim.
rir-se para
sorrir
O empregado ria-se para mim.
Do latim ridēre, «idem»
Como referenciar: rir in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 23:53:20]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A rir, a rir, muitas verdades se dizem.
  • Ao amigo molestar, nem a rir nem a brincar.
  • Aprende chorando e rirás ganhando.
  • Choupana onde se ri, vale mais que palácio onde se chora.
  • Criança que não se ri dentro de um mês, ou é tolo ou quem o fez.
  • De maio a abril, não há muito que rir.
  • Dinheiro emprestado parte rindo e volta chorando.
  • Diz maio a abril: ainda que te pese me hei de rir.
  • No dia da Senhora das Candeias, quando está a rir, é inverno para vir, quando está a chorar o inverno está a passar.
  • Quem ri por último, ri melhor.
  • Ri melhor quem ri por último.
  • Se a Senhora da Graça está a chorar, está o inverno a acabar; se está a rir, está o inverno para vir.
  • Tanto ri o insensato, como chora o timorato.
VER +

CITAÇÕES

  • "E meteu-se com eles a dançar, tomando-os pelas mãos; e eles folgavam e riam, e andavam com ele muito bem ao som da gaita."Pêro Vaz de Caminha