rosa

ro.sa
ˈʀɔzɐ
nome feminino
1.
BOTÂNICA flor da roseira
2.
BOTÂNICA designação comum, extensiva às plantas do género Rosa, da família das Rosáceas, geralmente de porte arbustivo e providas de acúleos, de que existem diversas espécies e milhares de híbridos e variedades cultivadas sobretudo para fins ornamentais pela beleza e fragrância das suas flores; roseira
3.
coisa ou figura de simetria radiada, que lembre a disposição das pétalas da variedade mais vulgar das flores das roseiras
4.
MÚSICA abertura circular no tampo dos instrumentos de cordas dedilhadas; rosácea, espelho
5.
figurado mulher muito bela, beldade
6.
figurado plural estado de grande satisfação; alegria, felicidade
adjetivo invariável, nome masculino
cor-de-rosa
mar de rosas
ocasião em que tudo corre bem
maré de rosas
tempo em que sucede tudo à medida dos nossos desejos
não rosa sem espinhos
todas as situações têm um lado menos bom
Do latim rosa-, «idem»
rosa
forma do verbo rosar
3.ª pessoa do singular do presente do indicativo de rosar
2.ª pessoa do singular do imperativo de rosar
Como referenciar: rosa in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 04:10:32]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • As rosas caem e os espinhos ficam.
  • Beleza sem virtude é rosa sem cheiro.
  • Junto da urtiga nasce a rosa.
  • Quando se amam rosas, suportam-se os espinhos.
  • Quem quer a rosa, aguente o espinho.
  • Rosa caída não volta à haste.
VER +

CITAÇÕES

  • "Uma rosa de outono é mais linda do que qualquer outra."Agrippa d' Aubigné
  • "O que é que há, pois, num nome? Aquilo a que chamamos rosa, mesmo com outro nome, cheiraria igualmente bem."William Shakespeare