sair

sa.ir
sɐˈir
verbo transitivo e intransitivo
1.
passar (de dentro para fora); ir (do interior para o exterior)
2.
abandonar (um lugar); ausentar-se (de)
3.
afastar-se (de); desviar-se (de)
4.
irromper (de); brotar (de)
5.
deixar de exercer; demitir-se (de)
verbo transitivo
1.
proceder (de); ter origem (em)
2.
soltar-se (de)
3.
terminar (curso); formar-se
4.
cair em sorte (a)
5.
ter semelhança (com); parecer-se (com)
6.
realçar; sobressair
7.
passar de (um estado) para outro
verbo intransitivo
1.
ir à rua; aparecer na rua; surgir em público
2.
desaparecer (a mancha, a nódoa)
3.
empreender viagem; partir; ir-se
4.
aparecer; surgir
5.
publicar-se
verbo copulativo
liga o predicativo ao sujeito, indicando: 1. transformar-se, tornar-se
o João saiu um bom profissional
;
2. resultar
a fotografia saiu bem
verbo pronominal
dizer algo inesperado
sair a alguém
parecer-se com alguém
sair à francesa
abandonar um local sem se despedir, sair sem ser notado
sair caro
ter custos elevados, ter consequências graves
coloquial sair da casca
evidenciar-se, revelar-se, obter êxito, reagir
sair do tom
desafinar, não produzir o efeito desejado
sair dos eixos
começar a portar-se mal, desviar-se
sair-se bem
ter êxito
sair-se com
dizer de improviso
sair-se mal
ter mau êxito
Como usar o verbo
sair a
parecer-se
O rapaz sai ao pai no talento.
sair com
ir à rua
A mãe saiu com o filho.
sair de
ausentar-se
O jovem saiu de casa e foi para fora.
sair para
abandonar
De manhã, saem todos para a fábrica.
sair por
desviar-se
O camião saiu por Vilar Formoso.
Do latim salīre, «saltar; brotar»
Como referenciar: sair in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-25 00:45:03]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A acha sai à racha e a Maria à sua mãe.
  • A cortiça em junho sai a punho, em agosto a mascoto.
  • A fome faz sair o lobo do mato.
  • A verdade sai da boca das crianças.
  • Antes de entrar pensa na saída.
  • Boca aberta, entra mosca ou sai asneira.
  • Caro é barato e barato sai caro.
  • Chove, chove, choverá; quem estiver em casa alheia de vergonha sairá.
  • De casa de gato, não sai farto o rato.
  • De livro fechado não sai letrado.
  • De ruim cabaça não sai boa pevide.
  • Deus nos guarde do ano que entra com abade e sai com frade.
  • Diz o rifão que da terra negra sai bom pão.
  • Diz-me quem são teus pais, dir-te-ei a quem sais.
  • Em abril sai o bicho do covil.
  • Filho de avarento sai pródigo.
  • Filho de burro não sai cavalo, nem de cabrito sai bode.
  • janeiro como entra assim sai.
  • Jorna de obreiro, entra pela porta, sai pelo fumeiro.
  • Luar de janeiro faz sair a galinha do poleiro, lá vem fevereiro que leva a galinha e o carneiro.
  • Não sai farinha branca de um saco de carvão.
  • O barato sai caro.
  • O bem pensado nunca sai errado.
  • O mal entra às braçadas e sai às polegadas.
  • O mal que da tua boca sai, em teu peito cai.
  • Onde entra o beber, sai o saber.
  • Pássaro gabado sai carriça.
  • Porta por onde entra a fome, dá saída à honra.
  • Quando a fome entra pela porta, a honra sai pela janela.
  • Quando a miséria entra pela porta, a virtude sai pela janela.
  • Quando março sai ventoso, sai abril chuvoso.
  • Quando menos se espera, o coelho sai da toca.
  • Quanto mais o vinho sobe, mais as palavras saem.
  • Quem ao moinho vai, enfarinhado sai.
  • Quem dá valor ao que tem, sai mais crescido.
  • Sol de inverno, tarde sai e cedo vai.
VER +