velho

ve.lho
ˈvɛʎu
adjetivo
1.
que tem muita idade, idoso
2.
antiquado; antigo
3.
muito usado
4.
que exerce muito uma profissão
nome masculino
1.
homem de idade avançada
2.
coloquial pai
3.
Brasil ORNITOLOGIA ver velhinha
velho como a de Braga
muito antigo
velho e relho
muito velho, antiquíssimo
Do latim vetŭlu-, «idem»
Como referenciar: velho in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-20 04:25:07]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A burro velho, albarda nova.
  • A casa velha, ombreiras novas.
  • A contas velhas, jeitos novos.
  • A criança engorda para viver e o velho para morrer.
  • A galgo velho deita-lhe lebre que não coelho.
  • A necessidade mete a velha a caminho.
  • A soldado novo, cavalo velho.
  • Ainda que sejas prudente e velho, não desprezes o conselho.
  • Amor de velho, ciúmes de novo.
  • Amor de velho é amor de cão.
  • Amores velhos nunca se esquecem.
  • Antes dívida nova que pecado velho.
  • Antes velho ajuizado que moço desatinado.
  • Ao velho muda-lhe a casa e o ar e vê-lo-ás acabar.
  • Boi velho ensina a lavrar o novo.
  • Boi velho, rego direito.
  • Buraco velho tem cobra dentro.
  • Burro velho não aprende.
  • Burro velho não aprende línguas.
  • Burro velho não recebe ensino.
  • Burro velho não toma andadura, e se a toma pouco lhe dura.
  • Burro velho quer erva tenra.
  • Burro velho, palha nova.
  • Carne nova, de vaca velha.
  • Casas velhas, portas novas.
  • Com a idade torna o velho a menino.
  • Com a verdade e com a mentira, casa a velha a sua filha.
  • Como canta o galo velho, assim canta o novo.
  • Cunha nova, deita a velha fora.
  • De algodão velho não se faz bom pano.
  • De bago em bago, enche a velha o saco.
  • Ditados velhos são evangelhos.
  • Dívidas velhas, pecados velhos.
  • Dorme o menino para crescer e o velho para morrer.
  • É jovem quem quer e velho quem o deseja.
  • Em abril vai a velha onde quer ir, mas a sua casa vem dormir.
  • Em maio, come a velha a cereja ao borralho.
  • Em velha gamela também se faz boa sopa.
  • Estaca nova de oliveira velha, no tempo da flor é cortar e pôr.
  • Galinha velha, faz boa cozinha.
  • Galinha velha, faz bom caldo.
  • Gente nova e burros velhos botam o mundo a perder.
  • Guarda em moço, acharás em velho.
  • Guarda um moço e acharás um velho.
  • Homem valente e vinho velho duram pouco.
  • Macaco velho não põe pé em ramo seco.
  • Mais quero velho que me honre que moço que me assombre.
  • Mal vai a corte onde o boi velho não tosse.
  • Mel novo, vinho velho.
  • Morto por morto, antes a velha que o porco.
  • Muito pode a velha para sua casa.
  • Não digas ao velho deita-te, nem ao menino levanta-te.
  • O menino engorda para viver e o velho para morrer.
  • O moço a dormir sara e o velho acaba.
  • O moço por não querer e o velho por não poder deixam as coisas a perder.
  • O velho e o forno, pela boca se aquentam.
  • O velho por não poder, o novo por não saber, deitam o mundo a perder.
  • Pai velho e manga rota não é desonra.
  • Pano velho não tem remendo.
  • Pão mole e uvas, às moças põem mudas e às velhas tiram as rugas.
  • Papagaio velho não aprende a falar.
  • Para caçador novo, cão velho.
  • Para o São João guarda a velha o melhor tição.
  • Pelos amores novos se esquecem os velhos.
  • Perde-se o velho por não poder e o moço por não saber.
  • Por mais velho que seja o barco, sempre passa o vau.
  • Por São Francisco semeia o trigo, a velha dizia; e já semeado o trazia.
  • Quem de novo baila, de velho seu jeito tem.
  • Quem de novo é bonitinho, de velho tem um jeitinho.
  • Quem de novo não morre, de velho não escapa.
  • Quem em novo não trabalha, em velho morre na cama.
  • Quem estraga velho, paga novo.
  • Quem faz em novo, paga em velho.
  • Quem gasta velho, paga novo.
  • Quem quer a vinha velha renovada, pode-a enfolhada.
  • Repreender velho e espulgar cão, duas asneiras são.
  • Se és velho comilão, encomenda o caixão.
  • Se queres bom conselho, pede-o a homem velho.
  • Se queres o velho menino, em cima do doce dá-lhe vinho.
  • Se queres viver são, faze-te velho temporão.
  • Velha experimentada por água, vai arregaçada.
  • Velha gaiteira, não falta a uma feira.
  • Velho amador, inverno em flor.
VER +

CITAÇÕES

  • "Não abandones um velho amigo que os novos valem sempre menos."Eclesiastes