vento

ven.to
ˈvẽtu
nome masculino
1.
deslocação do ar provocada pelas diferenças de pressão ou de temperatura de várias camadas atmosféricas
2.
faro dos animais
3.
ventosidade
4.
falha ou defeito em obra fundida, proveniente do ar que entrou no metal ao solidificar-se
5.
figurado coisa rápida, vã ou insignificante
6.
figurado influência favorável ou perniciosa
7.
figurado impulso
8.
figurado causa
9.
figurado grande zaragata
ASTRONOMIA vento solar
fluxo contínuo de partículas expelidas pela superfície do Sol para o espaço
beber os ventos por (alguém)
gostar muito de (alguém)
de vento em popa
1.
com vento a favor (embarcação)
2.
com felicidade; beneficiando de circunstâncias favoráveis; de maneira próspera ou florescente
tomar ventos
farejar
ver de que lado sopra o vento
esperar pelos acontecimentos para agir conforme as circunstâncias
Do latim ventu-, «idem»
vento
forma do verbo ventar
1.ª pessoa do singular do presente do indicativo de ventar
Como referenciar: vento in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-08 04:16:03]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A ignorância e o vento são do maior atrevimento.
  • A quem Deus ajuda, o vento lhe ajunta a palha.
  • A vida do homem é como uma vela acesa ao vento.
  • Amigo de bom tempo, muda-se com o vento.
  • Aurora ruiva, ou vento ou chuva.
  • Boa noite após mau tempo, traz depressa chuva ou vento.
  • Cantigas leva-as o vento.
  • Céu pardacento, ou chuva ou vento.
  • Céu pedrento, ou chuva ou vento.
  • Com o vento se limpa o trigo, e os vícios com castigo.
  • Conforme é o vento, assim se limpa.
  • De Espanha nem bom vento, nem bom casamento.
  • De Todos os Santos ao Advento, nem muita chuva nem muito vento.
  • Do Norte se a chuva é grossa o vento é fraco.
  • Em julho, ceifo o trigo e o debulho, e em o vento soprando o vou limpando.
  • Emprenha de ar e parirás vento.
  • Guarde-vos Deus de amigo reconciliado e de vento que entre pelo buraco.
  • Mais anda quem tem bom vento do que quem muito rema.
  • Manhã ruiva ou vento ou chuva.
  • Mudam os ventos, mudam os tempos.
  • Nunca vai mau tempo se não vai vento.
  • O que o vento traz, o vento leva.
  • O vento não muda a barca, as velas é que mudam.
  • O vento suão cria palha e pão.
  • Palavras leva-as o vento.
  • Passa o vento, fica a chuva.
  • Quando o vento ronda o mar na noite de São João, não há verão.
  • Quem foi ao vento, perdeu o assento.
  • Quem semeia ventos, colhe tempestades.
  • Relâmpagos ao norte, vento forte; se do sul vem, chuva também.
  • Se chove, chuva, se neva, neve, que se não há vento, não faz mau tempo.
  • Se não houvesse vento, não havia mau tempo.
  • Se vem chuva e depois vento, põe-te em guarda e toma tento.
  • Sol e vento, é meio sustento.
  • Tempo traz tempo e chuva traz vento.
  • Vento de leste não dá nada que preste.
  • Vento de março e chuva de abril, vinho a florir.
  • Vento e ventura, pouca dura.
  • Vento suão, chuva na mão: de inverno sim, de verão não.
  • Vento suão cria palha e grão.
  • Vento suão molha no inverno e seca no verão.
  • Vento suão, não dá pão.
VER +