ver

ver
ˈver
verbo transitivo
1.
perceber ou conhecer por meio dos olhos
2.
olhar para; contemplar; observar
3.
assistir a; presenciar
4.
reparar em; notar; divisar
5.
tomar cuidado com; atender a
6.
perceber; compreender
7.
ponderar
8.
deduzir
9.
prever
10.
imaginar
11.
visitar; percorrer
12.
conhecer
13.
experimentar
14.
examinar (um doente)
verbo intransitivo
possuir ou exercer o sentido da vista
verbo pronominal
1.
observar-se; mirar-se
2.
manter relação ou contacto
3.
encontrar-se; achar-se
4.
reconhecer-se
coloquial ver estrelas ao meio-dia
sofrer de repente uma grande dor
coloquial ver por um óculo
não conseguir o que desejava
coloquial ver-se e desejar-se
estar seriamente atrapalhado, ter muita dificuldade
coloquial (um) ver se te avias / (um) vê se te avias
1.
situação de aflição, urgência ou necessidade, que leva a fazer algo de forma apressada, atabalhoada ou sem cuidado
2.
agitação intensa; frenesi
a meu ver
segundo a minha opinião
até ver
por enquanto
fazer ver
explicar, vangloriar-se
coloquial ficar a ver navios
ficar logrado, não obter o que pretendia
coloquial não ver um boi
ser muito estúpido
ser bom de ver
ser evidente
ter a ver com
estar relacionado com, dizer respeito a
Do latim vidēre, «idem»
Como referenciar: ver in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-23 22:51:13]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A beleza está nos olhos de quem a vê.
  • A gente vê caras, não vê corações.
  • À terra aonde fores ter, faz como vires fazer.
  • Aduba as terras, verás como medras.
  • Amor é chama que arde sem se ver.
  • Antes de morder, vê com atenção se é pedra, se é pão.
  • Antes que cases vê o que fazes, pois não é nó que desates.
  • Ao quinto dia verás que mês terás.
  • As coisas não são como são, mas como nós as vemos.
  • Bem cego é quem vê por aro de peneira.
  • Cada qual vê a moral e a sabedoria segundo a sua perspetiva: o peixe olha de baixo, o pássaro de cima.
  • Cada um vê mal ou bem, conforme os olhos que tem.
  • Cada um vê o argueiro no olho do vizinho e não vê a tranca no seu.
  • Cego é quem não quer ver.
  • Comadre andeja, não vou a parte que a não veja.
  • Das cerejas à castanha, bem a gente se amanha, do castanho ao cerejo, bem mal me vejo.
  • Deita-te tarde e levanta-te cedo, verás o teu mal e o alheio.
  • É mais cego o que não quer ver, do que aquele que nasce cego.
  • Entre março e abril o cuco há de vir.
  • Galinha rica, tudo que vê cobiça.
  • Madruga e verás, trabalha e terás.
  • Na casa se vê quem tem maleitas.
  • Na face e nos olhos se vê a letra do coração.
  • Na ocasião se vê o que cada um é.
  • Na prisão e no hospital, vês quem te quer bem e quem te quer mal.
  • Na terra onde fores ter, faz como vires fazer.
  • Não bebas coisa que não vejas, nem assines carta que não leias.
  • Não há pior cego do que aquele que não quer ver.
  • Não se deseja o que o olhar não veja.
  • No mês de janeiro sobe ao outeiro para ver o nevoeiro.
  • Nos olhos se vê quem tem lombrigas.
  • O mundo não vê, Deus é que nos conhece, ninguém é como parece.
  • O pior cego é aquele que não quer ver.
  • O que fala com os olhos fechados, quer ver os outros enganados.
  • O que os olhos não veem, o coração não deseja.
  • Obra começada não a veja tua sogra, nem tua cunhada.
  • Olho que vê, mão que pilha.
  • Olhos que não veem, coração que não sente.
  • Olhos que veem, coração que deseja.
  • Ouve, vê e cala, viverás vida folgada.
  • Pela aragem se vê quem vai na carruagem.
  • Pela Santa Marinha vai ver a tua vinha; como a achares, será a vindima.
  • Pelo fio tirarás o novelo e pelo passado o que está para vir.
  • Pelos favais verás os anos que terás.
  • Perdoa e verás, como fizeres assim acharás.
  • Pior cego é aquele que não quer ver.
  • Primeiro que cases vê o que fazes.
  • Quando nos montes vires jardins, estão perto os fins.
  • Quando vejo as barbas do vizinho a arder, ponho as minhas de molho.
  • Quem a cavalo passa a ponte, no olho vê a morte.
  • Quem dá o pão e não dá o castigo, não viu a sombra do paraíso.
  • Quem me vir e ouvir, guarde pão para maio e lenha para abril.
  • Quem muito se abaixa, o cu se lhe vê.
  • Quem não é visto, não é lembrado.
  • Quem não sabe, é como quem não vê.
  • Quem nunca viu o rei, julga-o de oiro.
  • Quem tem vinhas e não lagar, a seus olhos vê o mal.
  • Quem vê caras, não vê corações.
  • Quem vê o céu na água, vê os peixes nas árvores.
  • Quem vê os Três Reis Magos, não anda longe do Salvador.
  • Se bêbado te vires sentir, foge à companhia e vai dormir.
  • Se choras por perder o sol, as lágrimas não te deixarão ver as estrelas.
  • Se crês tudo que ouves, come tudo que vês.
  • Se queres ver o toleirão, mete-lhe uma candeia na mão.
  • Se queres ver um vilão, mete-lhe a vara na mão.
  • Terra que vejas, libras que possas, casa que baste.
VER +

CITAÇÕES

  • "A melhor maneira de prever o que está para vir, é lembrar o que já passou."George Savile
  • "Toda a gente é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada."Oscar Wilde
  • "Vejo é que, hoje, é possível a alguém criar entusiasmo por uma carreira capaz de entrar em competição com um grande amor."Salomão
  • "A verdade é como o Sol. Ela permite-nos ver tudo, mas não deixa que a olhemos."Victor Hugo
  • "É melhor morrer em combate do que ver ultrajada a nossa nação."Winston Churchill