vírus

nome masculino
Designação genérica dada a um numeroso grupo de agentes infeciosos muito pequenos (15 a 300 nm) que, na sua grande maioria, não são retidos por finíssimos filtros que retêm as bactérias, nem são visíveis ao microscópio de luz polarizada. São parasitas celulares obrigatórios e só se reproduzem a partir do seu material genético onde existe um único tipo de ácido nucleico (vírus ARN ou ribovírus) ou de ácido desoxiribonucleico (vírus ADN ou dexovírus). Os vírus têm uma estrutura bem definida e são, em regra, envolvidos por uma membrana proteica ou cápside. É conhecida uma grande variedade de vírus patogénicos para o homem de que se salientam: adenovírus, citomegalovírus, vírus da coriomeningite linfocítica, vírus coxsakie, vírus Ébola, ecovírus, enterovírus, vírus da gripe, VIH ou vírus da SIDA, vírus das hepatites, vírus do herpes, vírus do herpes zooster, vírus Marbourg, vírus da paralisia infantil, vírus da parotidite, vírus da pleurodinia, vírus da rubéola, vírus do sarampo, mixovírus, paramixovírus, rabdovírus, ribovírus, rinovírus, vírus da varicela e vírus da varíola.
Do latim virus «infeção, cheiro pestilento»
Como referenciar: vírus in Dicionário infopédia de Termos Médicos [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-10 04:52:44]. Disponível na Internet: