Afonso de Paiva

Natural de Castelo Branco, quer a data de nascimento quer a data da sua morte são desconhecidas, apenas se sabendo que viveu no século XV. Juntamente com Pero da Covilhã, Afonso de Paiva foi incumbido por D. João II de, em África, recolher informações sobre os povos, o Oriente e seus mares e rotas, bem como sobre o comércio oriental. Esta viagem tinha como objetivo estabelecer uma primeira ligação marítima entre a Europa e a Índia, bem como estabelecer contacto com o reino de Preste João.
Paiva e o companheiro partiram de Portugal, mais propriamente de Santarém, em 1487. Permaneceram juntos até ao Ádem, no Iémen, onde se separaram de acordo com a missão que lhes fora sigilosamente incumbida. Planearam encontrar-se novamente no Cairo, no Egito. Covilhã seguiu para o Oriente, para a Índia e Sofala, na costa do Quénia. Paiva tentou chegar até Preste João, na região da Etiópia. Todavia, antes de chegar ao Cairo, morreu vitimado pela peste, sem ter completado a sua missão ou ter feito passar as informações que obtivera. Covilhã prosseguiu entretanto a sua missão, conseguindo obter as informações de que precisava e transmitindo-as a um judeu que depois as forneceu a D. João II. Foi quando se dirigia para o Cairo, que Pero da Covilhã soube do falecimento do companheiro, decidindo contudo concluir a missão que lhe havia sido destinada.
Como referenciar: Afonso de Paiva in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-20 09:24:13]. Disponível na Internet: