Inocêncio XII

Papa italiano, nascido no castelo de Spinazzola (Bari) a 13 de março de 1615, António Pignatelli era filho do príncipe de Minervino, aristocrata napolitano que era também Grande de Espanha.
Estudou com os jesuítas, em Roma, e licenciou-se em Direito Civil e Canónico. Desempenhou então os cargos de governador de Viterbo, vice-legado de Urbino, inquisidor de Malta, núncio em Florença, na Polónia e em Viena, tendo também sido secretário da Congregação de bispos e regulares, cardeal presbítero de São Pancrácio e arcebispo de Nápoles, a partir de 1686. O seu papado ocorreu de 12 de julho de 1691 a 27 de setembro de 1700.
Em 1692 este papa emitiu a bula Romanum decet Pontificem, que foi assinada pelos cardeais de Roma e que proibia terminantemente qualquer Sumo Pontífice de outorgar cargos, pensões, honras ou outros benefícios a parentes, terminando deste modo o nepotismo que tantos danos tinha já causado à Igreja. Foi também dada a instituição canónica aos bispos que tinham aprovado os quatro artigos elaborados por Luís XIV de França contra o papa, em 1682, depois de estes de retratarem. O rei retirou por sua vez os artigos do ensino obrigatório de teologia.
Foram enviados reforços económicos ao imperador Leopoldo para o combate aos turcos, tendo sido tomadas Salankemen e Granvaradino, respetivamente em 1691 e 1692. Para comemorar estas vitórias, o papa ordenou a realização de festejos em Roma.
A Dataria e a Penitenciaria da cúria romana foram reformadas, assim como os tribunais de justiça (que foram agrupados na cúria inocenciana), mandou construir o porto e a fortaleza de Anzio, assim como o edifício de San Michele in Ripa, para acolher crianças pobres.
Foi também inserido um novo ritual, mais solene, para o acompanhamento do Santíssimo no viático, ordenaram-se retiros espirituais duas vezes por ano aos sacerdotes, e estes não poderiam daí em diante usar peruca e envergar o hábito talar. Promoveu igualmente a prédica e a missionação, tendo para isso apoiado a disseminação da Congregação da Propaganda Fide na América, Pérsia e China.
O seu corpo foi sepultado na basílica de São Pedro.
Como referenciar: Inocêncio XII in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 06:00:05]. Disponível na Internet: