Jogos Olímpicos de Pequim, 2008

Os Jogos Olímpicos de 2008 foram atribuídos a Pequim, na China, cidade que bateu as concorrentes Toronto (Canadá), Paris (França), Istambul (Turquia) e Osaka (Japão). Para além destas cidades, cinco outras foram candidatas, mas não chegaram a ser finalistas. Foram elas Banguecoque (Tailândia), Cairo (Egito), Havana (Cuba), Kuala Lumpur (Malásia) e Sevilha (Espanha). A decisão do Comité Olímpico Internacional (COI) foi conhecida a 13 de julho de 2001 em Moscovo, na Rússia. A escolha da China como país anfitrião foi motivo de polémica, pois vários grupos políticos e organizações protestaram pelo facto de o país não respeitar os direitos humanos.
O início dos Jogos Olímpicos de 2008 ficou marcado para 8 de agosto (embora as competições de futebol tenham começado no dia 6 de agosto) e o encerramento aconteceu a 24 do mesmo mês. No total, nos Jogos Olímpicos de Pequim participaram cerca de 10 500 atletas que competiram em 302 provas desportivas (165 provas masculinas, 127 femininas e 10 mistas), de 28 desportos. Para além de Pequim, mais seis cidades foram palco da realização de competições desportivas: Hong-Kong (provas de hipismo), Qiugdao (provas de vela), Xangai, Tianjin, Qinhuangdao e Shenyang (eliminatórias de futebol). As provas ocorreram em 37 complexos desportivos diferentes, sendo que 12 deles foram construídos especialmente para o evento.
204 países concorreram aos Jogos Olímpicos de Pequim. Destes, as ilhas Marshall e Tuvalu participaram pela primeira vez no evento olímpico; a Sérvia e o Montenegro tiveram a sua primeira participação como países independentes. A tocha olímpica iniciou um percurso (que teve como tema Jornada da Harmonia) de 130 dias e de 137 000 quilómetros, sendo esta a maior distância percorrida desde o início desta tradição, nos Jogos Olímpicos de 1936. A tocha passou por todos os continentes, à exceção da Antártida, e o percurso definido permitiu a visita das cidades que faziam parte da ancestral Rota da Seda, símbolo da antiga ligação entre a China e o resto do mundo. Ao todo, 21 880 pessoas transportaram a tocha olímpica através do mundo. O design da tocha baseou-se em pergaminhos tradicionais e usou um desenho tradicional chinês. Foi concebida para permanecer acesa sob chuva e sob ventos até 65 quilómetros por hora.
O logótipo oficial tinha por título Dancing Beijing. As mascotes dos Jogos Olímpicos foram os cinco fuwa, representando cada uma das cores dos anéis olímpicos e um símbolo da cultura chinesa: Beibei, Jingjing, Huanhuan, Yingying e Nini.
Durante a realização dos Jogos Olímpicos de 2008, foram batidos vários recordes: 43 recordes mundiais e 132 recordes olímpicos. Dos 204 países participantes, 87 conquistaram medalhas de ouro. A China foi o país que conquistou o maior número de medalhas de ouro, 51, seguida pelos EUA, com 36, e pela Rússia, com 23. Por isso, a China foi considerada o país vencedor dos Jogos Olímpicos, embora os EUA discordassem, pois obtiveram um total de 110 medalhas, ao passo que a China obteve 100.
Um dos grandes vencedores dos Jogos Olímpicos de 2008 foi o nadador norte-americano Michael Phelps que conquistou oito medalhas de ouro e bateu, ao mesmo tempo, sete recordes mundiais e um olímpico. Desta forma, tornou-se o maior campeão olímpico da era moderna, o que lhe valeu a atribuição da medalha Pierre Coubertain, a mais alta condecoração concedida a um atleta olímpico.
Para além de Michael Phelps, 132 atletas conquistaram mais de uma medalha, sendo os mais medalhados os atletas norte-americanos Natalie Coughlin (uma de ouro, duas de prata e três de bronze), Nastia Linkin (uma de ouro, três de prata e uma de bronze), Shawn Johnson (uma de ouro e três de prata) e a atleta zimbabuana Kirsty Coventry (uma de ouro e três de prata).
Portugal ganhou duas medalhas olímpicas nos Jogos de 2008: uma de ouro e uma de prata. A medalha de ouro foi conquistada pelo atleta Nélson Évora, no triplo salto, que atingiu a marca de 17,67 metros. A medalha de prata foi para a atleta Vanessa Fernandes e premiou o seu desempenho na prova de triatlo.
Como referenciar: Jogos Olímpicos de Pequim, 2008 in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-23 21:53:07]. Disponível na Internet: