Moxico

Província a este de Angola, cuja capital é a cidade de Lwena - também conhecida como Luena -, com 16 000 habitantes (2004). Era conhecida, no tempo colonial, por "terras do fim do mundo". Confinada pela República Democrática do Congo (a nordeste), pela Zâmbia (a este) e pelas províncias angolanas de Lunda Sul (a norte), Bié (a oeste) e Cuando Cubango (a sul), a província de Moxico tem uma superfície de 223 023 km2 (a maior do país) e uma população de 380 000 habitantes (2004), sendo constituída principalmente pelo povo Tshokwe.
Fortemente marcada pela guerra, o governo provincial tenta não só recuperar as infraestruturas sociais e produtivas, como também captar investimentos nacionais e estrangeiros que permitam assegurar o desenvolvimento da região. A cidade de Lwena alberga mais de metade da população da província que aí se refugiou durante a guerra. Com enormes deficiências nos setores do ensino, da saúde, das energias e das infraestruturas rodoviárias (rede viária totalmente destruída e minada) e dadas as enormes dificuldades das pessoas (fome, desnutrição, nudez), foi lançado um alerta para a grande necessidade de ajudar as vitimas de Moxico. Em 2001, deu-se início a dois projetos de auxílio social, com o apoio do governo provincial e da ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo). Um, o Projeto Venda de Roupa, tem como objetivo fornecer à população roupa e sapatos a preços acessíveis, o segundo, Escola Professores do Futuro, tem como finalidade treinar os estudantes para a prática do ensino em escolas rurais.
Quanto à agricultura, Moxico é uma província produtora sobretudo de milho, massango, batata doce, citrinos, girassol, arroz, mandioca, eucaliptos e pinheiros. No entanto, esta atividade está praticamente suspensa pelo facto dos campos agrícolas estarem minados e pelo fraco nível de fertilidade dos solos. Na área das industrias, destaca-se apenas a de materiais de construção e, relativamente às riquezas minerais, salienta-se o ferro, cobre, ouro, manganésio, urânio, estanho, lignito e diamantes, este último proporcionando uma grande parte das receitas da província.
As grandes potencialidades a nível turístico encontram-se no Parque Nacional de Kameia, com 14 450 km2, e no artesanato e cultura do povo Tshokwe, também conhecidos por Quiocos, que desenvolveu uma arte de corte refinada e poderosa, principalmente, através da escultura de estatuetas, máscaras, cetros, tronos de madeira e instrumentos de música.
Como referenciar: Moxico in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 08:19:21]. Disponível na Internet: