Vladimir Putin

Político e governante russo, Vladimir Vladimirovich Putin nasceu a 7 de outubro de 1952, em São Petersburgo, cidade chamada na época Leninegrado e situada na antiga União Soviética.
Putin foi batizado segundo a fé ortodoxa russa, apesar da na altura tal ser proibido pelo regime comunista soviético.
Amante dos desportos, aos onze anos era praticante de judo e de sanbo, uma espécie de luta de auto-defesa com características russas. Putin ganhou diversos campeonatos de Leninegrado nesta modalidade, da qual foi ordenado mestre, o mesmo se passando no judo. Licenciou-se em Direito, em 1975, na Universidade de Leninegrado e depois foi trabalhar para o KGB, os serviços secretos soviéticos, no departamento de espionagem no estrangeiro. Esteve colocado na Alemanha, país onde nasceram os seus dois filhos, fruto do casamento com Lyudmila.
Em 1990 abandonou o KGB e tornou-se um aliado do liberal Anatoly Sobchak, o presidente da Câmara de São Petersburgo, de quem foi inicialmente chefe para as relações externas. A partir de 1994 foi presidente-delegado do município. Sobchak perdeu poder em 1996 mas Putin foi protegido por outro liberal, o primeiro-ministro-delegado Anatoly Chubais, que o indicou para funções na administração presidencial russa. Chegou a chefe de gabinete e em 1998 passou a liderar os novos serviços de segurança, o Gabinete Federal de Segurança. Pouco depois o então presidente russo, Boris Yeltsin, indicou-o para liderar o Conselho de Segurança. Em agosto de 1999 Yeltsin destituiu o primeiro-ministro Sergei Stepashin e nomeou Vladimir Putin como seu substituto. Poucos meses depois, a 31 de dezembro de 1999, Yeltsin demitiu-se e indicou Putin como seu sucessor por considerar que este era capaz de unir a Rússia e levá-la de regresso aos tempos de grandeza. O antigo elemento da KGB assumiu a presidência, enquanto a Rússia esperava pelas eleições. A 26 de março de 2000 decorreu o escrutínio para escolher o presidente e Putin foi eleito com quase 53 por cento dos votos, tendo tomado posse a 7 de maio desse ano. O novo presidente, bastante popular entre os jovens, os moscovitas e as pessoas com estudos, sobreviveu a duros testes de popularidade, como o acidente com o submarino Kursk ou a tomada de reféns em Moscovo por parte de um comando tchetcheno.
Nas eleições de março de 2004, Vladimir Putin é reeleito presidente da Rússia e, quatro anos mais tarde, foi substituído nas funções por Dimitri Medvedev. Em maio desse mesmo ano, Putin assumiu o cargo de primeiro-ministro.
Como referenciar: Vladimir Putin in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-20 22:59:43]. Disponível na Internet: